Quais são os problemas de logística no Brasil?

Quais são os problemas de logística no Brasil?

Os problemas de logística no Brasil não são novos e continuam existindo, mesmo diante de toda a tecnologia e da importância que o país conquistou em nível mundial.

O Brasil marca presença entre as 10 maiores economias do mundo, no entanto, as dificuldades são muitas no que se refere as estradas e o aproveitamento de modais.

O país transporta quase 60% das suas mercadorias através do modal rodoviário, utilizando caminhões como solução para um território de proporções continentais.

Um dos grandes problemas está na falta de investimento por parte do governo federal, que no ano de 2019 apresentou os menores valores aplicados em rodovias desde 2014.

Neste post apresentamos os maiores problemas de logística no Brasil. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

Maiores problemas de logística no Brasil

Os problemas de logística no Brasil são os responsáveis pela elevação dos preços dos produtos e na diminuição dos resultados financeiros das empresas.

Enquanto os Estados Unidos têm um custo de logística em relação ao PIB de 7,8%, o Brasil utiliza 12,2% para a realização do armazenamento, movimentação e transporte de mercadorias.

Os problemas existentes em nosso país dizem respeito a:

Conservação das rodovias

As rodovias brasileiras em sua maioria estão em péssimas condições de tráfego. 

A exceção ocorre com as estradas concedidas ao setor privado que consegue manter uma qualidade satisfatória em função dos pedágios cobrados.

Já as rodovias que ligam o interior do país as grandes cidades e portos, em função da sua precariedade, causam perdas e prejuízos especialmente ao agronegócio, importante segmento da economia nacional.

Preço dos combustíveis

O aumento dos custos de transporte também estão diretamente ligados aos valores pagos pelos combustíveis no país.

Para se ter ideia, a gasolina aumentou em quase 30% o seu valor no ano de 2019, enquanto o diesel foi majorado em 19%.

Para um país onde a inflação oficial em 2019 fechou em 4,31% os índices de aumento no combustível criaram sérios problemas para todas as empresas e a sociedade de maneira geral.

Impostos

Os impostos relacionados às operações logísticas colaboram para o conhecido Custo Brasil.

A movimentação de carga, como o ICMS no transporte interestadual, torna o transporte caro, sem agregar nenhum benefício ao embarcador, transportador ou cliente.

Burocracia em portos e aeroportos

O desembaraço de mercadorias e vistoria de cargas é outro grave problema encontrado na logística nacional, especialmente em portos e aeroportos.

A quantidade de documentos que precisam ser apresentados para a retirada de produtos importados vai muito além da praticada nos países que lideram a economia mundial. 

Isso acarreta:

  • atrasos nas entregas,
  • caminhões parados aguardando liberação,
  • custos de armazenamento elevados.

Os contrastes entre a potencialidade e os problemas

Apesar das dificuldades e da morosidade das autoridades em buscarem alternativas para resolverem problemas já conhecidos há décadas, ainda assim o Brasil continua sendo um excelente mercado para os negócios.

Tanto que no primeiro semestre de 2019 recebeu US$ 28 bilhões de investimentos estrangeiros, quando passou a ser o 4.º maior destino de capital entre os países do G20 (20 maiores economias do mundo).

Isso significa que se os problemas de logística no Brasil fossem trabalhados com afinco, deixando-se de lado as questões políticas e os interesses particulares, a situação do país seria outra e as possibilidades de crescimento sustentável muito maiores.

Diante dessa realidade, a CARGOBR busca minimizar os entraves, oferecendo condições viáveis de transportes para que milhares de clientes espalhados pelo país possam enviar e receber suas mercadorias.

Agora que você já conhece os principais problemas de logística no Brasil, descubra quais as expectativas para a logística pós-pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *