Logística e meio ambiente convivendo em harmonia

Logística e meio ambiente convivendo em harmonia

Muita gente acredita que a área de logística e meio ambiente não possam conviver em harmonia.

Isso ocorre, pois, quando o assunto é logística, rapidamente criamos associações com carretas e rodovias carregadas de veículos emitindo fumaça e gases que poluem a atmosfera.

Como é impossível eliminar o tráfego de caminhões, mesmo que outros modais recebam grandes investimentos, somos obrigados a encontrar alternativas para que essa convivência seja pacífica.

Nesse post apresentamos como a logística e meio ambiente podem conviver em harmonia e atender as necessidades da sociedade. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

A logística e a frota nacional de veículos

Segundo o portal Automotive Business até o final deste ano o Brasil terá uma frota de veículos que ultrapassará 60 milhões de unidades.

Desse total, a área de logística de cargas terá:

  • 5,7 milhões de veículos comerciais leves que respondem pelo transporte nos perímetros urbanos,
  • mais de 2 milhões de caminhões viajando por todo o país.

Um estudo realizado pela USP (Universidade de São Paulo) em 2018, apontou que a somatória de ônibus e caminhões que circulam no país são os responsáveis pela metade da concentração de compostos tóxicos emitidos na atmosfera.

Além da poluição, existem problemas a respeito do descarte de pneus, materiais como óleos e outros lubrificantes.

Diante desses números não há como negar que algo precisa ser feito para que exista um relacionamento amigável entre logística e meio ambiente.

Como fazer com que logística e meio ambiente convivam em harmonia?

O início do cuidado com a proteção da natureza já se iniciou, através da Lei nº 7.347/1985 e do PNMA – Política Nacional do Meio Ambiente, onde muitas empresas estão adotando métodos e formatos para a prática da logística sustentável.

Dentre a adoção de várias medidas podemos destacar as principais:

Modernização da frota

A tecnologia tem contribuído muito para que os veículos tornem-se mais econômicos e não poluentes.

A modernização da frota traz resultados substanciais, apontando para uma diminuição de poluentes que chegam a 80% além de uma redução considerável no consumo de combustível, que contribui também para a queda dos custos operacionais.

Monitoramento e manutenção dos veículos

Outro ponto que colabora com a sustentabilidade é o monitoramento e a manutenção dos veículos de forma constante.

Além de mais econômico, pois, a percepção de problemas com antecedência diminui o custo de manutenção, é através dessas avaliações que regulagens são realizadas, possibilitando o bom uso do veículo, sem desperdícios e poluição.

Otimização de rotas

A adoção de ferramentas tecnológicas possibilitam que roteiros sejam melhores estabelecidos, gerando economia e rapidez nas entregas.

A otimização de rotas é sem dúvida um grande aliado para que os veículos não circulem vazios e os processos envolvendo economia colaborativa já são uma realidade entre empresas que se unem para atender com maior qualidade seus clientes e diminuírem os custos operacionais.

Como resultado temos um menor consumo de combustíveis e consequente diminuição de poluentes.

Logística reversa

Por último e não menos importante a logística reversa também é a responsável em evitar a poluição, uma vez que os descartes são realizados de maneira correta.

Essa possibilidade permite que consumidores devolvam de forma responsável os resíduos de suas compras levando-os aos postos de coleta que encaminharão esses materiais a locais onde possam ser processados e reciclados.

Como se observa existem inúmeras possibilidades das empresas desenvolverem ações para a diminuição da poluição e possibilitar que logística e meio ambiente caminhem juntas.

A CARGOBR permite que sua empresa contrate transportadoras que desenvolvem ações visando a harmonia entre logística e meio ambiente. Acesse nosso site e conheça nossas soluções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *