Skip to main content
Intralogística: o que é?

Intralogística: o que é?

O prefixo “intra” significa interno, de dentro, portanto, a intralogística se refere aos processos logísticos que ocorrem internamente em uma empresa.

Quando ouvem a palavra logística, muitas pessoas estabelecem ligações com:

Isso é natural e o mais comum quando se pensa a respeito desse assunto. No entanto, existe uma área de logística fundamental e que precisa funcionar com exatidão para garantir o sucesso das operações de muitas corporações.

Trata-se da intralogística, ou seja, os processos que envolvem a movimentação de materiais no ambiente interno de uma indústria, distribuidora ou lojas.

Neste post apresentamos detalhes do seu funcionamento e sua importância para o atingimento dos objetivos e resultados de um negócio. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

O que é intralogística?

Intralogística são as atividades realizadas internamente que garantem a alimentação de matéria-prima e insumos na produção industrial, reabastecimento de gôndolas e todo processo que visa o atendimento da logística interna.

Envolve, portanto, as seguintes áreas de uma empresa:

  • recebimento de mercadorias,
  • armazenagem,
  • separação de produtos,
  • movimentação,
  • disponibilidade para transporte.

Como funciona a intralogística?

A intralogística é responsável por todos os processos citados anteriormente, garantindo que linhas de produções não sejam paralisadas por falta de materiais ou prateleiras fiquem vazias em função da não reposição de produtos.

Esses processos precisam funcionar de forma eficiente, permitindo que os controles e movimentações sejam otimizados e evitando falhas e desperdícios, tais como:

Controle e aprovação no recebimento de mercadorias

A área de recebimento de mercadorias precisa validar se as mercadorias entregues estão de acordo com o pedido de compras realizado.

Ou seja, verificar produtos, valores, quantidades e o cumprimento dos acordos estabelecidos durante a negociação.

Armazenagem

As condições e os locais de armazenagem devem considerar as características dos produtos e otimizar os processos de movimentação quando de sua necessidade.

Portanto, devem obedecer às estratégias que possibilitem deslocamentos com rapidez e segurança, evitando mudanças e fluxos desnecessários pelos armazéns.

Movimentação de materiais

O controle, qualidade e agilidade na movimentação de materiais são imprescindíveis, tanto no atendimento de matéria-prima e insumos à área produtiva, como no reabastecimento da loja.

A integração das informações permite que a área de Compras não deixe faltar mercadoria nos estoques, bem como que a intralogística se antecipe no atendimento ao chão de fábrica ou às necessidades das áreas de comercialização.

Separação e disponibilidade para expedição

Por último, outra obrigação do setor é separar com qualidade os pedidos e disponibilizar acertadamente as remessas a serem enviadas aos consumidores.

Muitos dos erros que acabam refletindo em retrabalho, devoluções e prejuízos ocorrem nessa fase dos processos logísticos, portanto, a atenção redobrada aliada ao uso da tecnologia evitam sérios problemas que colocam em risco a satisfação dos clientes.

Como se observa, essas etapas são fundamentais para o sucesso de qualquer organização, uma vez que os trabalhos realizados internamente fazem toda a diferença no atendimento ao público externo, garantindo qualidade na entrega.

Além disso, existem os processos de atendimento aos chamados clientes internos, ou seja, aqueles que fazem parte da organização e dependem dos processos logísticos para cumprirem com as suas obrigações.

Muito além dos caminhões e navios, tudo isso envolve atividades que exigem extrema atenção, dedicação e controles que não podem falhar.

Agora que você já sabe o que é, como funciona e a importância da intralogística para as empresas, continue conosco e leia nosso post que mostra por que é importante investir em logística!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *