gestão lean

Gestão lean na logística: como funciona?

A gestão lean ficou conhecida mundialmente em função dos resultados obtidos na indústria automobilística, especificamente na Toyota.

Desenvolvida pelo executivo da montadora, Taiichi Ohno, após a Segunda Guerra Mundial, seu conceito tem por objetivo enxugar e diminuir processos, aumentando a produção com qualidade e sem erros.

Ohno, através de experimentos, estudou e aplicou diversos métodos até chegar aos resultados desejados, conseguindo transformar a área produtiva da Toyota e criando a gestão lean.

As técnicas, voltadas a área de manufatura, foram aprimoradas e hoje estão incorporadas e fazem parte também da logística.

Esse post apresenta como funciona a gestão lean nesse segmento. Continue lendo e confira!

A base da gestão lean

Como aumentar a produtividade, agilizar as entregas e otimizar os processos logísticos, contando com a equipe e ferramentas das quais se dispõem? Como melhorar e aumentar a qualidade dos serviços?

Tudo isso parece utopia, mas a gestão lean revolucionou o mercado no segmento industrial, aumentando a produtividade sem o acréscimo de mão de obra, estrutura e equipamentos.

Dentro do conceito de enxugar e diminuir processos, a gestão lean na logística trabalha as principais áreas desse setor, como recepção, armazenagem, expedição e transporte.

Analisando cada setor de forma individual, é necessário encontrar os gargalos, provocar as mudanças e medi-las para verificar se os resultados melhoraram.

Basicamente é eliminar todo tipo de desperdício e buscar continuamente melhorias nos processos de cada setor.

O que fazer tendo por base a gestão lean na logística?

Os processos precisam sofrer mudanças para que a gestão lean seja implementada e três ações são fundamentais para alcançar o sucesso, são elas:

Redução do estoque

Grandes estoques sem movimentação trazem custos para a empresa e providências no sentido de aumentar o fluxo de entregas de produtos com menores quantidades irá colaborar com essa situação.

Portanto, é importante apresentar aos fornecedores um plano de recebimento de mercadorias, em pequenos lotes e maiores frequência, organizando e diminuindo os estoques.

Processos sincronizados

É fundamental que todos os processos sejam estudados e sincronizados dentro da logística, para que tudo funcione de forma perfeita.

O monitoramento das informações já é uma realidade, utilizando softwares e tecnologia disponível.

Erros e possíveis problemas precisam ser previstos antes que aconteçam para que a correção seja realizada e os processos continuem dentro da sincronia estabelecida.

Processos otimizados

Processos de Inbound e Outbound precisam ser monitorados, avaliados e melhorados o tempo todo.

Os detalhes e a otimização é que farão a diferença com relação aos resultados.

A redução dos desperdícios e a maximização dos lucros estão diretamente envolvidos nos processos e devem ser corrigidos e aprimorados caso apresentem problemas.

Os resultados obtidos com a gestão lean na logística

Tal qual ocorreu na área de manufatura, uma revolução vem acontecendo também com a aplicação dessa metodologia na logística.

O acompanhamento de perto e a preocupação constante e incessante em enxugar processos, melhorar a dinâmica e eliminar erros trarão a redução de gastos desnecessários e consequente maximização dos lucros.

Os caminhos estão abertos e a busca pelo conhecimento da gestão lean na logística pode colaborar para o sucesso da sua empresa.

A CARGOBR é uma plataforma digital, onde transportadoras podem ser localizadas e contratadas, contribuindo de maneira significativa nos resultados logísticos de sua empresa.

Acesse agora o site e faça uma cotação de frete online e gratuita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *