Skip to main content
Como utilizar embalagens de proteção de forma mais sustentável?

Como utilizar embalagens de proteção de forma mais sustentável?

Para resguardar produtos frágeis e garantir a integridade deles, os fabricantes, distribuidores e lojistas utilizam embalagens de proteção que evitam quebras durante o transporte.

No entanto, esses materiais possuem uma vida útil curta, pois, normalmente, são jogados fora tão logo o destinatário receba a sua encomenda.

O plástico bolha é um dos itens mais utilizados para essa finalidade, pois garante que mesmo nos deslocamentos causados pelo transporte, a mercadoria mantenha-se intacta até a sua entrega.

O assunto, no entanto, é polêmico quando trata do destino após o descarte desses pacotes.

Neste post apresentamos como utilizar as embalagens de proteção de forma sustentável. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

O que significa sustentabilidade?

Sustentabilidade é prover as necessidades atuais sem afetar negativamente o futuro.

Um processo sustentável é aquele que busca a preservação ambiental.

As embalagens de proteção que utilizam o plástico bolha, por exemplo, tornam-se prejudiciais caso sejam destinadas a lixões, aterros sanitários ou abandonadas pelas ruas da cidade.

Esse material leva muito tempo para se decompor na natureza, em alguns casos ultrapassa os 400 anos.

Diante dessa realidade, governos e sociedade estão preocupados com os danos provocados no meio ambiente, com a poluição de:

  • rios,
  • mangues,
  • florestas,
  • mares.

Isso resulta na morte de animais e destruição dos ecossistemas, causando prejuízos para as futuras gerações, que herdarão um planeta completamente desequilibrado.

O que fazer para que as embalagens de proteção não se transformem em um problema?

O primeiro passo para que as embalagens de proteção não se transformem em um problema para o meio ambiente depende muito de quem envia a mercadoria, ou seja, as empresas que vendem os produtos.

Elas poderiam optar por proteger os produtos com papel, pois a sua decomposição é muito mais rápida que a do plástico, entre 3 e 6 meses.

Caso isso não atenda às necessidades, outra opção está em utilizar plástico bolha biodegradável, ou seja, produtos fabricados com matéria-prima que se decompõem no ambiente em até 3 anos.

As companhias também podem reaproveitar os pacotes recebidos em suas próprias compras, pois possivelmente boa parte dessas embalagens podem ser reutilizadas.

Com relação ao consumidor, sua colaboração para que a preservação da natureza ocorra está em separar o que será descartado e encaminhá-lo para o processo de reciclagem.

Existem, na maioria das regiões do país, empresas e cooperativas de reciclagem que processam e vendem esses materiais para indústrias, onde eles voltarão aos processos produtivos e se transformarão em novas mercadorias.

A conscientização e a ação sustentável

Todas essas dicas apresentadas colaboram efetivamente para a diminuição da fabricação e uso de produtos que prejudicam o meio ambiente.

A conscientização precisa fazer parte do governo, empresas e da sociedade, já que cada pessoa pode colaborar e diminuir os desperdícios e os problemas futuros.

No entanto, além da conscientização, é hora de agir, ou seja, colocar em prática tudo o que já se sabe sobre a preservação ambiental.

Fazer bom uso das embalagens e priorizar o uso daquelas que possam ser reaproveitadas ou que possibilitem a decomposição em menor espaço de tempo devem ser prioridades de todos os que desejam um futuro melhor para o planeta.

A CARGOBR apoia e incentiva práticas sustentáveis, acreditamos que pequenas atitudes podem ser repensadas a cada dia e ideias que são benéficas ao meio ambiente podem ser incorporadas no dia a dia. Assim iremos construir um mundo mais sustentável para as gerações futuras.

Agora que você já sabe o que são embalagens de proteção sustentáveis, continue conosco e leia nosso post que apresenta as tendências para a logística 2021!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *