cubagem aérea

Como funciona a cubagem aérea?

A cubagem aérea, assim como a dos transportes rodoviários, é uma fórmula utilizada para indicar a relação entre o volume e o peso de encomendas.

A principal função dela é a verificação do peso, em relação ao volume, que a mercadoria a ser transportada ocupará na área de carga do avião.

Com a cubagem é possível chegar-se a um valor justo em termos de frete, uma vez que algumas encomendas podem ocupar pouco espaço, mas terem um peso substancial, como também é possível que aconteça o contrário.

Nesse post será apresentada a fórmula utilizada para o cálculo do frete que tem por base a cubagem aérea. Continue lendo e confira!

O fator de cubagem

A cubagem no transporte rodoviário, como falado em artigo anterior, tem seu fator como sendo 300 kg por metro cúbico, mas, o mesmo não se aplica para o transporte aéreo.

Isso porque as aeronaves são mais frágeis e têm um método de carga e descarga mais custoso em relação ao transporte rodoviário.

Enquanto a carga e descarga de transportes rodoviários é feita com máquinas como gruas e empilhadeiras, a de transporte aéreo é por pessoas e equipamentos leves, se tornando inviável o frete de cargas pesadas.

Por essa razão, o fator de cubagem aérea é diferente do rodoviário, sendo que em cada metro cúbico deve ter, no máximo, 166,667 kg.

Vale lembrar que a cubagem aérea é regulamentada pela International Air Transport Association, também chamada de IATA.

Fórmula para o cálculo da cubagem aérea

A fórmula para o cálculo da cubagem aérea segue a mesma lógica da do transporte rodoviário, mas mudando seu fator de cubagem.

Ela considera três dimensões da carga: altura, largura e comprimento e também o fator de cubagem, nesse caso, 166,667.

Caso tenha mais de uma carga com as mesmas características de tamanho e peso, basta multiplicar a quantidade de caixas pelo peso cubado:

PESO CUBADO = QUANTIDADE DE CAIXAS x [ALTURA (m) x LARGURA (m) x COMPRIMENTO (m)] x 166,667 (FATOR DE CUBAGEM)

Se uma empresa precisa transportar 80 caixas de 0,1 m x 0,1 m x 0,1 m, cada uma com 1 kg, o cálculo da cubagem ficará:

PESO CUBADO = 80 x [0,1 x 0,1 x 0,1] x 166,667 = 13,333 kg

Isso quer dizer que, apesar da carga total ser de 80 kg, na cubagem aérea seria equivalente a 13,333 kg de carga.

Como, normalmente, as cargas de transporte aéreo são pequenas e, por consequência, medidas em centímetros, é feita uma transformação no fator de cubagem, de quilos para metros cúbicos.

Sabe-se que, pelo cálculo da cubagem aérea, 166,667 kg correspondem a 1 metro cúbico, então, utilizando uma regra de três simples, 1 kg é equivalente a 0,006 metros cúbicos, ou 6000 centímetros cúbicos.

Dessa forma, a fórmula da cubagem com outra unidade de medida fica:

PESO CUBADO = QUANTIDADE DE CAIXAS X [ALTURA (CM) X LARGURA (CM) X COMPRIMENTO (CM)] / 6.000

Voltando para o exemplo anterior, será enviado 80 caixas de 10 cm x 10 cm x 10 cm cada uma com 1 kg, o cálculo da cubagem ficará:

PESO CUBADO = 80 x 10 x 10 x 10/ 6000 = 13,333 kg

Provando que a conversão de medida chega no mesmo resultado.

Você pode estar pensando que o fator de cubagem prejudica as empresas de frete e carga, devido ao valor de peso cubado, muitas vezes, ser menor do que o peso da mercadoria.

Mas, isso não é verdade, uma vez que as transportadoras, por vezes, consideram o maior peso, independente de ser o cubado ou o real.

Agora que você já sabe tudo sobre a cubagem aérea, que tal conhecer a cubagem do transporte rodoviário?

6 thoughts to “Como funciona a cubagem aérea?”

    1. O frete aéreo é calculado sobre o que ficou internacionalmente convencionado como “Peso Taxado”.
      Na realidade, o peso taxado é a relação entre o peso bruto e o volume de um determinado embarque. Segundo convenção IATA, cada 1.000 gramas dever ter no máximo 6.000 cm³. Desta forma, devemos sempre calcular quanto cada embarque “pesa” em relação ao seu volume através da formula abaixo.

      Como exemplo, temos 01 embarque composto por 10 caixas com 1,20 x 1,10 x 0,90 m e cada uma pesando 150,00 kg. Peso bruto total: 1.500,00 kg
      Metragem cúbica total: 11,88m³

      Aplicando-se a fórmula, temos:

      (CxLxA)/6000

      (10x120x110*90)/6000 = 1980

      Através do resultado acima, apuramos que a carga “cuba” e não “pesa”. O frete seria calculado sobre os 1.980,00 kg e não sobre os 1.500,00 kg.

  1. Sou especialista de Logística da ArcelorMittal, site Tubarão. Operamos no transporte hidroviário no Porto de Praia Mole no Terminal de Produtos Siderúrgicos – TPS. O cálculo de cubagem nos nossos embarques hidroviários são para alguns países da América Latina e informamos no Mates Receipt a metragem cúbica da carga nos porões, além de informarmos o seu peso e quantidade de produtos embarcados. Temos 03 formas de calcularmos a cubagem nos porões, que poderemos discutir posteriormente. Brilhante artigo, pois o assunto é importante e interessante.

  2. Por que algumas empresas, quando fazem cálculo de frete aéreo, utilizam a divisão por 5000 ao invés de 6000, visto que o valor de 6000 é determinado pela IATA??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *