cross docking

Cross Docking: inovação na logística

O Cross Docking ajuda, de forma eficaz, que os gestores não se preocupem com a gestão de estoque das suas organizações e garante uma entrega rápida da mercadoria ao cliente final.

Por falar em entrega rápida, esse pode ser um dos principais diferenciais da sua empresa no mercado competitivo, uma vez que é preciso atrair clientes e satisfazer consumidores para que eles se tornem recorrentes.

Uma tendência para otimizar toda a logística da entrega da mercadoria é o Cross Docking que elimina o armazenamento e garante um serviço de qualidade.

Se você quer saber mais sobre como o Cross Docking veio inovar na logística de fretes, continue lendo esse post e fique por dentro!

O que é Cross Docking?

Crossdocking, como também é grafado, significa “cruzando docas”. Ele é um importante processo da logística.

Baseia-se em uma operação de distribuição de mercadoria em que ela é recebida sem ser previamente armazenada para ser redistribuída.

Por exemplo: quando um cliente compra algum produto online, o fornecedor recebe um pedido e envia a mercadoria para um centro de distribuição que, por sua vez, vai fazer o despacho de forma rápida até o consumidor, sem a necessidade de armazenagem.

Dessa forma, a carga que é recebida no centro de distribuição ou no armazém, não será estocada e, sim, direcionada imediatamente ao local de carregamento nos veículos de saída.

O Cross Docking surgiu tendo como base o sistema usado pelos navios: as mercadorias eram descarregadas e levadas por meio de esteiras automatizadas para os veículos já organizados por região e destino de entrega, sem ficarem estocadas no porto.

Como funciona?

No sistema Cross Docking não existe um armazém para guardar a mercadoria, uma vez que não há estocagem delas.

Toda mercadoria, é descarregada dos veículos utilizados para o transporte e é transferida para outro meio de saída que realizará o frete até o consumidor.

Como não há estocagem do produto, criam-se os pickings, áreas de separação de pedidos e mercadorias, para otimizar os processos.

O que é preciso para um Cross Docking funcionar?

Para que tudo funcione de forma eficaz é indispensável um ERP para coordenar as trocas de informação e de produtos.

Lembrando que ERPs inadequados podem prejudicar todo o processo.

É preciso também uma perfeita integração entre os diferentes participantes do Cross Docking, especialmente no que se refere aos tempos em que os veículos chegarão aos operadores.

O processo de Cross Docking é muito complexo, cheio de detalhes e exige um grau avançado de maturidade dos envolvidos na operação, pois, é necessária uma sincronização entre fornecedores e demanda.

Por isso, é preciso um sistema que permita trocas de informações para não ocorrerem erros.

A tecnologia se torna indispensável, o uso do código de barras nas caixas, por exemplo, é fundamental para facilitar o roteamento.

O Cross Docking ideal tem uma rede de transportes, equipamentos, processos e operações para dar suporte ao fluxo de produtos do fornecedor para o consumidor.

Benefícios do Cross Docking

O Cross Docking traz vários benefícios em relação ao frete, entre eles citamos:

  • Reduz a necessidade de espaço;
  • Reduz avarias aos produtos;
  • Diminuem os furtos;
  • Menos custo de manuseio;
  • Diminui obsolescência e prazo de validade dos produtos;
  • Aumenta a velocidade de fluxo de produtos e circulação do estoque;
  • Fornece suporte às estratégias de just in time (JIT);
  • Gera maior rapidez na entrega;
  • Redução de custos com estoque e funcionários.

Um exemplo de sucesso

Um exemplo de sucesso de Cross Docking foi uma operação realizada pela Americanas.com.

Sem que o e-commerce tivesse ao menos um par em estoque, a empresa vendia tênis a partir da loja da Netshoes, com garantia da existência dos produtos na própria rede.

O back-office da Americanas.com passava à Netshoes o pedido de compra consolidado após a confirmação do pagamento dos pedidos.

Após uma determinada hora de corte, a Netshoes separava a mercadoria, faturava à Americanas.com e mandava o produto para ela.

O Warehouse Management System (WMS) da Americanas fazia a conferência da mercadoria e, sem armazená-la, a enviava para a expedição e faturamento.

Percebe-se que o Cross Docking é um processo que traz inúmeros benefícios para a sua empresa dando maior agilidade e dinamismo em toda cadeia logística, além, é claro, da economia financeira.

Quer tornar mais eficiente a entrega da sua mercadoria? Consulte a CARGOBR!

Aqui você encontrará a melhor opção para um frete simples, prático e acessível. São várias transportadoras em uma só plataforma.

3 thoughts to “Cross Docking: inovação na logística”

  1. Tem que se ter um sincronismo muito apurado em todas as fases, sistematicamente isso pode ser feito, mas a Gestão tem que ser muito efetiva.

  2. Tenho Uma Dúvida, Existe um tempo determinado por lei, para a operação Cross Docking,a nível de fiscalização?

  3. MUITO IMPORTANTE ESSA INFORMAÇÃO ME AJUDOU BASTANTE, OBRIGADO O SISTEMA CROSS-RELEVÂNCIA É UMA FERRAMENTA DE GRANDE RELEVÂNCIA NOS CUSTOS JÁ QUE O PRODUTO SAI DIRETO PARA O CIENTE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *