reduzir perdas e desperdícios com transporte

Como reduzir perdas e desperdícios com transporte

Como reduzir perdas e desperdícios com transporte é uma pergunta que preocupa empreendedores e gestores da área, e que causa grandes problemas para todos os envolvidos.

Infelizmente, uma quantidade enorme de mercadorias são perdidas durante o transporte no Brasil.

Isso significa prejuízo, onde custos adicionais são diminuídos da lucratividade das empresas, diminuindo os resultados da operação e causando muitos aborrecimentos.

Os motivos para essas perdas estão, em parte, nas estradas que estão em péssimo estado de conservação.

Não é raro, especialmente nas estradas do interior do país, caminhões ficarem atolados em meio a lama e não conseguirem chegar aos seus destinos.

Em algumas ocasiões, cargas inteiras de produtos perecíveis são jogadas no lixo.

Problemas como saques em caminhões, também fazem parte das manchetes dos noticiários.

Mas existem situações que poderiam ser evitadas.

Esse artigo mostra como reduzir perdas e desperdícios com transporte. Continue lendo e confira!

O que fazer para reduzir perdas e desperdícios com transporte?

Para reduzir perdas e desperdícios com transporte, a ação do Governo na recuperação e construção de novas rodovias, bem como a manutenção e renovação da frota de veículos seriam o ideal.

Muito além da falta de cuidado com as estradas brasileiras, onde buracos, desvios e a ausência de sinalização acabam sendo os responsáveis por grande parte dos acidentes, muitos veículos de carga trafegam sem as condições mínimas de segurança.

O resultado é visto nos atrasos das entregas e nas perdas e desperdícios gerados em função do transporte.

Caminhões quebrados, acidentes e todo tipo de problema envolvendo os transportes, acabam causando enormes prejuízos às empresas e também à economia do país.

O transporte de grãos, por exemplo, no último estudo realizado em 2015, apontava para um déficit econômico em função das perdas na ordem de R$ 2 bilhões.

Os motivos são os mesmos: más condições das estradas e veículos, e problemas com armazenagem dos produtos.

Problemas que podem ser evitados

Apesar dessa situação calamitosa, existem alguns problemas que podem ser evitados e que dependem, em grande parte, dos embarcadores de cargas.

Com alguns cuidados, que envolvem baixos custos, muito desperdício seria evitado e as perdas minimizadas.

Alguns pontos que dependem do embarcador são:

Rastreamento e monitoramento de carga

Contratar serviços de transporte não pode ser feitos observando-se apenas o valor do frete, é fundamental que a empresa contratada tenha uma estrutura adequada para que a operação tenha sucesso.

A possibilidade do rastreamento e monitoramento, que deve ser oferecido pela transportadora, pode ser uma excelente ferramenta de apoio, uma vez que bons sistemas antecipam problemas nas estradas e evitam paradas e prejuízos.

Através do rastreamento de cargas, sua empresa pode ainda tomar ações nos casos de problemas.

Qualidade das embalagens

Outro problema sério está na qualidade das embalagens dos produtos. 

Muitas empresas, no desejo de diminuir custos, acabam adquirindo embalagens de transporte de qualidade inferior, o que resulta em vazamentos, quebras e problemas com as mercadorias.

Embalagens de qualidade evitam que as mercadorias se danifiquem durante o transporte e garantam a satisfação do cliente no recebimento de suas encomendas.

Treinamento da equipe

O treinamento e capacitação da equipe que manuseia os produtos da sua empresa são indispensáveis para bons resultados.

Os colaboradores responsáveis pelo acondicionamento das mercadorias nas embalagens precisam saber o que estão fazendo e a importância da qualidade nessa tarefa.

Os envolvidos no armazenamento e movimentação de mercadorias devem ser orientados a não jogarem as embalagens e a desenvolverem suas tarefas com cuidado.

Além disso, sinais e avisos de alerta nas próprias embalagens, como “frágil” e “cuidado no manuseio” devem estar presentes, informando a respeito da possível fragilidade dos produtos.

Monitoramento e acompanhamento dos transportes

A área de logística deve fazer o acompanhamento e o monitoramento das cargas, para localizar possíveis problemas com perdas e desperdícios envolvendo os transportes.

A partir da averiguação das informações, medidas como: reunião de ajustes de conduta com as transportadoras e, até mesmo, a sua substituição devem ser realizadas.

O pós-venda também é importante para que os serviços de frete sejam aprimorados e consigam alcançar bons índices de satisfação e reduzir perdas e desperdícios com transporte.

Faça contato com seus clientes e verifique a qualidade dos serviços de transporte oferecido, além de causar uma excelente impressão, você poderá saber o nível da sua logística.

Se você gostou do artigo, que tal conhecer também a respeito de transporte rodoviário: o mais utilizado no Brasil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *