Skip to main content
Como agregar veículo em uma transportadora

Como agregar veículo em uma transportadora

Você já pensou, como autônomo, em agregar veículo a uma transportadora e garantir fretes e trabalho durante todo o mês?

Diante dos momentos difíceis que vivemos, muitos motoristas que possuem o seu veículo e atuam como autônomos, ou seja, de forma independente no mercado de transporte de mercadorias, estão encontrando dificuldades para a manutenção do seu projeto de vida.

Uma das maneiras de reduzir os riscos e desenvolver os trabalhos por conta própria, porém atrelado a uma transportadora, está em agregar o seu veículo a uma dessas companhias.

Isso não significa que você passa a ser um funcionário da empresa de transporte, no entanto, um bom acordo pode garantir uma renda fixa mensal que atenda suas necessidades financeiras.

Neste post apresentamos as exigências e os melhores caminhos para que você se torne um agregado em uma transportadora. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

O que é agregar veículo?

Agregar veículo é disponibilizar o seu caminhão e seus serviços para a realização de transportes específicos para alguma empresa que atue nesse segmento.

Essa atitude, firmada por meio de um contrato, possibilita fretes e serviços garantidos, no entanto, exige exclusividade e o cumprimento de horários e normas estabelecidos pela contratante.

Quais as vantagens em agregar veículo?

Como autônomo, você é obrigado a buscar constantemente por cargas, bons fretes e estar atento à burocracia e exigências dos serviços de transporte. Com o agregamento do veículo, essa situação muda, apresentando vantagens, como:

  • previsão de receitas,
  • menor tempo parado,
  • reconhecimento do mercado,
  • aumento dos rendimentos,
  • apoio da transportadora contratante.

Como agregar veículo?

As transportadoras estão dispostas a agregar e investir nesse modelo de trabalho, pois para elas também existem vantagens, por exemplo, diminuir os custos na aquisição de novos veículos.

Para que você possa atuar, as transportadoras exigem os seguintes documentos:

  • CNH,
  • RG e CPF,
  • comprovante de residência,
  • RNTRC,
  • conta bancária para recebimentos dos pagamentos.

Além dessas informações, existem requisitos e obrigações que precisam ser atendidos para esse tipo de atividade, tais como:

As transportadoras também fazem consultas com relação ao motorista, ou seja, o condutor não pode ter problemas com dívidas referente a impostos, possuir negativa de débito no SPC e SERASA, além de não possuir antecedentes criminais ou estar respondendo a processos na justiça.

O que não está contemplado nesse processo?

O agregador precisa compreender que não está sendo contratado como colaborador formal da empresa, portanto, não existe assinatura na carteira de trabalho.

Isso significa que não existem direitos trabalhistas como:

  • férias,
  • 13º salário,
  • salário fixo.

Também não há direitos assegurados e obrigatórios como vale-refeição, vale-transporte ou convênio médico.

O recolhimento do INSS para a aposentadoria terá que ser realizado pelo próprio agregado, pois não existe o desconto automático por parte da transportadora.

O que deve-se conhecer antes de agregar veículo?

Conhecer a política da transportadora é fundamental para avaliar se vale a pena o acordo para fechar um contrato envolvendo o seu veículo e serviços como agregado.

Para isso, você deve se informar:

  • qual o valor pago por viagem,
  • quem paga os pedágios,
  • qual a frequência de fretes garantidos,
  • como fica o frete de retorno,
  • como são realizados os pagamentos.

A partir dessas informações, vale desenvolver um estudo a respeito para concluir se vale a pena essa opção junto a uma transportadora ou se é mais vantajoso continuar o seu trabalho como autônomo.

Agora que você já sabe como agregar veículo, continue conosco e leia nosso post que apresenta as placas Mercosul, tudo o que você precisa saber! Não esqueça de assinar nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão!

One thought to “Como agregar veículo em uma transportadora”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *