Agregamento de caminhão: vale a pena?

Agregamento de caminhão: vale a pena?

Se você atua com transporte de carga, certamente já ouviu falar em agregamento de caminhão.

Diante da crise no mercado de trabalho, o número de profissionais autônomos vem crescendo consideravelmente.

Contudo, uma das maiores dificuldades encontradas por esses profissionais é a falta de estabilidade.

Por isso, muitos consideram a possibilidade do agregamento de caminhão, pois, por mais que não tenha nenhum vínculo com a empresa, essa medida proporciona maior segurança financeira ao motorista.

Hoje trouxemos algumas informações valiosas sobre o agregamento para você entender melhor o que é, como funciona, quais as principais vantagens e se realmente vale a pena.

Quer saber mais? Então continue a leitura!

O que é agregamento de caminhão?

De forma resumida, o agregamento de caminhão é quando o motorista autônomo possui seu próprio caminhão e se compromete em fazer o frete para determinada empresa de forma fixa.

Embora não tenha nenhum tipo de vínculo empregatício, não se trata de um trabalho esporádico, pois, na maioria das vezes, o caminhoneiro tem uma carga horária a cumprir.

Tudo depende do que foi acordado com a empresa.

 O trabalho pode ser fechado por número de viagens, km rodados ou qualquer outra forma que agrade ambas as partes.

Quais as vantagens do agregamento de caminhão?

Suponhamos que uma empresa venda determinado produto e precise de transporte constante para outras localizações.

Essa empresa teria que contar com uma frota de caminhões e contratar motoristas para realizar essas entregas.

Além do gasto com os veículos, ainda tem as despesas referentes à contratação dos colaboradores, combustível, pedágios, entre outros.

Quando a empresa opta pelo motorista agregado, ela não precisa se preocupar com nenhum desses gastos, o que permite oferecer uma remuneração mais alta àquele profissional.

Por outro lado, o caminhoneiro autônomo já possui um caminhão e precisa de um trabalho que proporcione maior estabilidade a ele.

Com o agregamento de caminhão, ele terá a certeza de receber determinado valor previamente acordado com a empresa.

Tanto o motorista, quanto a empresa saem ganhando.

Será que vale a pena para você?

Na verdade, essa é uma pergunta que somente você poderá responder.

Podemos pensar no agregamento de caminhão como um negócio próprio, afinal, não se trata de uma empresa e nem possui vínculo com uma.

Antes de qualquer coisa, você precisa analisar o seu perfil.

Algumas pessoas têm a necessidade pessoal de possuir um vínculo empregatício, seja pelo 13º salário, férias, convênio médico ou qualquer outro motivo.

Outras preferem ter mais liberdade e não querem saber de compromisso fixo.

O perfil ideal para atuar com agregamento de caminhão costuma ser de pessoas com:

  • vontade de trabalhar de forma autônoma e ter seu próprio negócio,
  • necessidade de uma renda fixa, mas sem se importar com o pagamento de verbas trabalhistas,
  • disposição para cobrar um valor menor pelo serviço (quando comparado ao mercado), mas ainda assim ganhar mais em razão da quantidade,
  • não se importar em ter que cumprir horário.

E aí, depois de conhecer como funciona e as principais vantagens, você acha que o agregamento de caminhão é para você? Então aproveite para conferir também 5 cuidados com o caminhão de carga!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *