tipos de nota fiscal

Tipos de Nota Fiscal: você conhece?

Existem alguns tipos de Nota Fiscal, mas todas elas se caracterizam por ser um documento de emissão obrigatória para quase todas as empresa (a única exceção é o MEI). Esse documento permite o controle de compra e venda de produtos e serviços para o consumidor e a empresa, e para o governo permite controlar os impostos e garantir que as taxas de tributos foram calculadas corretamente.

A Nota Fiscal ainda permite a segurança do serviço de garantia em caso de avarias ou defeito, para o transporte de mercadorias a Nota Fiscal também é um documento obrigatório, saiba mais em Carga sem nota? Pode começar tudo de novo, até para fazer doações é necessária a Nota Fiscal. Agora você sabia que existem quatro tipos de Nota Fiscal?

Quais são os tipos de Nota Fiscal?

  • NF-e (Nota Fiscal Eletrônica)

Um dos tipos de Nota Fiscal é a NF-e ou a Nota Fiscal Eletrônica, esse é o documento que é obrigatório para venda e compra de produtos sujeitos a tributação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, ICMS. Essa é a Nota Fiscal que você recebe, por exemplo, quando compra algum produto pela internet.

Caso você tenha emitido a sua NF-e com alguma informação errada, confira como fazer uma carta de correção de NF-e.

  • NFS-e (Nota Fiscal de Serviços Eletrônica)

As NFS-e ou a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica, como o próprio nome diz é o documento que deve ser usado para documentar serviços, esse é um dos tipos de Nota Fiscal que tem características próprias, como por exemplo:

  • Os impostos que regem o documento é o ISS (Imposto Sobre Serviço) e varia de acordo com a cidade da emissão da Nota Fiscal.
  • A Nota Fiscal deve ser de apenas um tipo de serviço.
  • Pode ser emitida após o término da prestação de serviços.
  • Deve ser guardada pela empresa pelo período de cinco anos no formato XML.
  • O cancelamento da Nota Fiscal pode ser feito em até cinco dias após a emissão.
  • CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico)

Um dos tipos de Nota Fiscal diz respeito a um documento obrigatório para a prestação de serviços de transporte rodoviário, a CT-e prevê a eliminação de faturas e pagamentos duplicados e um processamento mais eficiente das faturas, evitando que tenha informações controversas entre as Notas Fiscais e os produtos transportados.

Caso você queira saber mais sobre a CT-e, confira: Um pouco mais sobre o conhecimento de transporte (CT-e).

  • NFC-e (Nota Fiscal Eletrônica de Consumidor)

Esse documento ainda não é obrigatório em todos os estados, a NFC-e é um projeto que prevê a utilização de uma Nota Fiscal eletrônica em vez de cupom fiscal e Nota Fiscal que hoje são entregues ao adquirir um produto no varejo. Essa medida traz diminuição de custos para os contribuintes e permite um maior controle fiscal pelo governo, além de permitir ao consumidor a conferência do documento fiscal.

Apesar de não haver cronograma de obrigatoriedade para os estados aderirem ao projeto, a maioria já conta com a NFC-e.

Independente dos tipos de Nota Fiscal existentes, esse é um documento essencial para controle do consumidor, da empresa e do governo. Exija sempre seu documento fiscal e não perca as garantias que esse traz.

admin
thiago.paim@cargobr.com
Sem Comentários

Postar Comentário