Consumidor 3.0: quem é e como atender?

Você já deve ter ouvido sobre o conceito de consumidor 3.0, mas você sabe, de fato, quem é esse novo cliente e qual a melhor forma de atendê-lo?

As relações mudaram e com sua empresa não é diferente. Os clientes não são mais como antes: tem acesso rápido à internet e a informação. Esse novo perfil de cliente é o que um dos grandes nomes do marketing, Philip Kotler, chama de consumidor 3.0.

Leia Mais

elevator pitch

Elevator pitch: venda sua ideia em segundos

O termo elevator pitch está amplamente conhecido no mundo dos negócios, mas você sabe do que se trata?

Bem, como o próprio nome sugere, elevator pitch é a abordagem de vendas no elevador. Quanto tempo você tem para conversar com uma pessoa quando a encontra no elevador? Pois é, você precisa vender sua ideia rápido. O elevator pitch é uma versão resumida da sua estratégia de vendas.

É importante tomar cuidado para não confundir com outro conceito muito conhecido para os empreendedores: o pitch, que é aquela apresentação completa, com informações aprofundadas sobre o mercado e a sua empresa. Nosso tema de hoje é o elevator pitch, que é vender a sua ideia em poucos segundos.

Entendendo mais o elevator pitch

Você ainda não conseguiu entender exatamente o que é o elevator pitch? Não tem problema, vamos explicar. Imagine que você encontrou, no elevador, alguém muito influente na sua área que seria um ótimo investidor para a sua empresa, é a sua chance de vender a sua empresa. O que você falaria? A oportunidade é única!

Vale lembrar que a ideia de elevator pitch não serve só para encontros no elevador, mas para todos os momentos em que você precisa ser breve e apresentar a sua empresa com qualidade. Você pode usar essa técnica em apresentações, feiras, palestras e várias outras ocasiões.

Vender a sua empresa em um tempo limitado é difícil, além disso você precisa ser criativo para não ser apenas mais uma proposta. Como ser convincente em poucos segundos? O que falar na apresentação?

E como fazer um bom elevator pitch?

Vamos ajudar! A sua apresentação deve reunir algumas informações básicas sobre a sua empresa e há vários modelos para fazê-la. O que mais gostamos responde as seguintes questões:

  •         Público alvo (PARA)
  •         Necessidade (QUE)
  •         Produto ou serviço (O ou A)
  •         Diferencial (DIFERENTE DE)

O primeiro passo para aprimorar seu elevator pitch é escolher as bem as palavras. É preciso que você tenha confiança no que está falando e que acredita realmente no potencial do seu negócio.

Seu discurso deve ser natural, não tente rebuscar mais ou menos o seu vocabulário, seja você mesmo. Se concentre e seja direto, quanto mais foco você tiver, mais fácil será. Esse é o primeiro contato e você precisa vender a sua ideia.

Deixe claro que você quer marcar uma próxima reunião para entrar em maiores detalhes e fechar uma parceria.

Vamos à prática?

A CARGOBR é uma plataforma digital para contratação de frete PARA empresas que precisam enviar a sua mercadoria e QUE não querem perder tempo com a logística. A CARGOBR intermedia os fretes entre a transportadora e o embarcador, DIFERENTE DOS concorrentes faz tudo isso online, de maneira fácil e traz as informações na hora.

Em alguns segundos explicamos toda a proposta da CARGOBR para você. O importante é ter os objetivos da sua empresa bem claros, assim fica mais simples de montar o seu elevator pitch.

Conhecendo bem a sua proposta é fácil elaborar um bom elevator pitch. Se você ainda não fez a sua, não perca mais tempo! Vai que você encontra um possível investidor no elevador! 😉

vender mais e melhor

5 dicas de como vender mais e melhor

Vender é uma etapa muito importante para a sua empresa, é a partir das vendas que você garante o seu faturamento e estabelece relações com os seus clientes. Pensando nisso, trazemos 5 dicas fundamentais para vender mais e melhor. Vamos lá?!

1 – Treine seu time

Para vender mais e melhor, você precisa treinar sua equipe. Mas, como você vai treiná-la se você não entende sobre vendas? É preciso se manter atualizado, buscar qualificação, aprender sobre vendas e sobre o que se vende, entender melhor seus clientes e dedicar-se a eles.

Sua equipe precisa, sem dúvidas, estar alinhada. E estudar para treinar a sua equipe é essencial para isso. É importante salientar que não existe uma regra, nem uma receita para treinar a sua equipe.

O treinamento deve ser constante e suas tentativas é quem dirão se você está indo pelo caminho certo ou não.

2 – Use as datas comemorativas a seu favor

O comércio se beneficia muito das datas comemorativas, as pessoas tendem a presentear nos dias comemorativos e se preparar para essas datas pode ser uma ótima forma de vender mais e melhor.

O planejamento para essas datas é fundamental. Nesse planejamento você deve analisar as promoções que fará e é necessário até mesmo verificar se o seu estoque está de acordo com as suas promoções. Vender o que você não tem de pouco vale, certo?

Nas datas comemorativas você poderá conquistar novos clientes, mas por que não tentar trazer os antigos de volta?

3 – Seja honesto com seus descontos

Pagar mais barato é bom, mas é muito desagradável quando seu cliente descobre que seu desconto não é tão bom assim.

Algumas empresas têm por prática colocar o preço mais alto para parecer que o desconto é maior, essa prática já não funciona mais. Com as ferramentas que permitem ver o histórico de preços de forma muito simples, você pode se dar mal com essa prática.

Para você vender mais e melhor, o valor promocional deve ser honesto.

4 – Acompanhe os resultados

Uma das formas mais eficientes de vender mais e melhor é acompanhar os resultados. Já falamos que não existe uma fórmula ou uma regra para as vendas, mas acompanhar como seus processos estão funcionando é uma etapa importante.

Acompanhando os resultados você consegue ajustar a estratégica sempre que for necessário. Vale a pena registrar esses dados para compará-los ao alinhar a sua estratégia.

5 – Mantenha seu time de vendas motivado

A motivação da equipe de vendas é um determinante na busca dos resultados. Você precisará testar qual motivação é mais eficaz com o seu time, mas é certo que motivar e envolver sua equipe traz resultados diretos.

Manter sua equipe satisfeita é uma das maneiras de manter o seu time motivado.

E na sua empresa? O que está sendo feito para vender mais e melhor? Compartilhe com a gente!

six sigma

Six Sigma: como evitar defeitos e falhas

Ser eficiente é a busca constante de todas as empresas, independente do porte. A metodologia Six Sigma busca exatamente isso: aumentar a qualidade em todas as tarefas, eliminando defeitos e falhas que comprometem os resultados esperados.

A metodologia Six Sigma se adequa às empresas que tem um volume maior de processos, novas soluções e falhas, pois sua implementação é complexa.

É uma ferramenta que pode auxiliar empresas que vendem produtos e também as que prestam serviços, pois devido a facilidade de interpretar os dados, a qualidade dos serviços podem ser avaliados de forma muito simples.

Se a sua empresa está começando agora, existem outras formas de avaliar o sucesso da sua empresa, como os KPIs, o Ciclo PDCA e também o 5W2H. Temos certeza que chegará o momento da Six Sigma no seu negócio, mas vá com calma! 🙂

Entendendo melhor a Six Sigma

A metodologia Six Sigma preza pela qualidade voltada para a economia e a eficiência, para que seus processos e tarefas sejam mais eficientes, rápidos e econômicos.

A nomenclatura Sigma vem de uma letra grega que é utilizada como um símbolo matemático e a metodologia Six Sigma é isso: uma variável matemática que mede a frequência que ocorrem falhas e erros.

Por isso, é tão simples analisar o desempenho da sua empresa utilizando a Six Sigma, é feito uma espécie de taxa de desperdício que leva em conta a frequência das falhas em determinado processo.

Temos certeza que utilizando essa ferramenta na sua empresa muitas mudanças acontecerão: será mais fácil estabelecer metas de redução de desperdícios, comparar o resultado com o seu concorrente, tornar os processos e tarefas mais eficientes, além de ter dados para melhoria dos seus processos.

As etapas da Six Sigma

As etapas da Six Sigma foram inspiradas nas do Ciclo PDCA e são tão simples quanto.

 

Para melhorar processos em negócios que já estão acontecendo:

DMAIC

Definir: identificar o problema que precisa de melhoria

Mensurar: investigar e avaliar o que causa os defeitos

Analisar: propor estratégias para reduzir os defeitos

Incrementar: colocar as ações em prática para reduzir os problemas

Controlar: checar como as soluções se saíram e se novas melhorias são necessárias

 

Para criar novos produtos ou serviços:

DMADV

Definir: definir qual o objetivo da solução

Mensurar: o que se espera do produto ou serviço em nível de qualidade para o cliente

Analisar: avaliar as opções para chegar à qualidade esperada

Desenhar: testar a viabilidade, desenhar o projeto e planejar a aplicação

Verificar: colocar em prática e acompanhar os resultados

As principais falhas e erros nos processos das empresas são relacionados com: mão de obra mal aplicada, falhas na produção, movimento desnecessário de pessoas e mercadorias, estoque parado, equipe parada e tarefas desnecessárias. Já pensou o quanto pode ser produtivo para sua empresa ser mais rápido e eficiente em todos esses pontos?

Como implementar a Six Sigma?

Bem, essa não é uma das tarefas mais simples, pois a metodologia Six Sigma envolve cálculos de variáveis matemáticas que consideram o número de falhas por milhão para converter para a Six Sigma.

Se você tem interesse em implementar a Six Sigma na sua empresa, sugerimos que entre em contato com um consultor especialista ou se aprofunde em leituras mais técnicas. Sugerimos o Livro – Seis Sigmas, redigido a partir do curso Six Sigma por uma equipe de professores da USP.

E a sua empresa? Está pronta para melhorar os processos e tarefas? O ano está começando e mudanças positivas são sempre bem vindas! Boa sorte!