O eixo suspenso e a cobrança de pedágio

A cobrança do eixo suspenso, que começaria na segunda-feira, dia 01 de julho, foi suspensa por tempo indeterminado. De acordo com a Agência de Transporte de São Paulo (ARTESP), que fiscaliza as concessões das rodovias paulistas, a cobrança não entrou em vigor ainda porque depende da conclusão de medidas jurídicas e técnicas, ainda sem previsão de conclusão. Vale lembrar que essa cobrança já é realizada nas rodovias federais. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) já reconheceu a legalidade do critério previsto nos artigos 4º e 5º do Decreto-Lei nº791/69 para a cobrança do pedágio do eixo suspenso.

Segundo os caminhoneiros, a cobrança do eixo levantado é injusta, já que a prática é realizada somente com o caminhão vazio, ou Leia Mais

Ajuda humanitária: A logística de fazer o bem

Imagine receber milhares de diferentes produtos e equipamentos de centenas de fontes de todos os Estados Unidos e não saber o que cada remessa conterá até a chegada no seu armazém.

Pode soar como um pesadelo de supply chain, mas isso é normal para a MedShare, uma organização sem fins lucrativos localizada em Decatur, Georgia, Estados Unidos, que recupera e redistribui equipamentos e suprimentos médicos excedentes. Leia Mais

Reduzir o impacto ambiental pode gerar recompensas financeiras significativas? Para a Caterpillar, a prova está nos lucros

Ultimamente parece que automóveis, e não caminhões, estão na via expressa da sustentabilidade. Em agosto de 2012, a administração do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou novas e rigorosas normas de economia de combustível para carros e caminhões leves. Em 2025, projeta-se que automóveis vendidos nos Estados Unidos andem até 23km com um litro de gasolina. Mas, enquanto os automóveis estão progressivamente se beneficiando da tecnologia que reduz emissões mesmo que aumentando a atividade, o frete está ficando de fora. Leia Mais