Ajuda humanitária: A logística de fazer o bem

Imagine receber milhares de diferentes produtos e equipamentos de centenas de fontes de todos os Estados Unidos e não saber o que cada remessa conterá até a chegada no seu armazém.

Pode soar como um pesadelo de supply chain, mas isso é normal para a MedShare, uma organização sem fins lucrativos localizada em Decatur, Georgia, Estados Unidos, que recupera e redistribui equipamentos e suprimentos médicos excedentes. Leia Mais

Reduzir o impacto ambiental pode gerar recompensas financeiras significativas? Para a Caterpillar, a prova está nos lucros

Ultimamente parece que automóveis, e não caminhões, estão na via expressa da sustentabilidade. Em agosto de 2012, a administração do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou novas e rigorosas normas de economia de combustível para carros e caminhões leves. Em 2025, projeta-se que automóveis vendidos nos Estados Unidos andem até 23km com um litro de gasolina. Mas, enquanto os automóveis estão progressivamente se beneficiando da tecnologia que reduz emissões mesmo que aumentando a atividade, o frete está ficando de fora. Leia Mais

Passo a passo para se tornar motorista de caminhão

O primeiro passo para quem quer trabalhar com fretes, ou seja, dirigir um caminhão, é ter uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “E”.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN), a categoria “E” é descrita como “condutor de combinação de veículos em que a unidade tratora se enquadre nas categorias B, C ou D e cuja unidade acoplada, reboque, semi-reboque ou articulada, tenha seis mil quilogramas ou mais de peso bruto total, ou cuja lotação exceda a oito lugares, ou, ainda, seja enquadrado na categoria trailer. Para habilitar-se na categoria E, o condutor deve estar habilitado na categoria “D” há, pelo menos, um ano na categoria C, e não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima, nem ser reincidente em infrações médias nos últimos doze meses.”. Leia Mais

Fatos curiosos sobre o mundo dos pneus

Saiba mais sobre essa invenção de 1888

1 – O pneu aumenta de tamanho quando roda. Em movimento, o ar pressiona a parte interna do pneu, principalmente o centro da banda de rodagem. Quanto maior a velocidade, maior ele fica. No entanto, o tamanho máximo que o pneu pode alterar, de acordo com padrões internacionais de qualidade, é 2%. Leia Mais