cliente tem sempre razão

O cliente tem sempre razão?

Temos certeza que você já ouviu a clássica frase: “cliente tem sempre razão”. Esse era o slogan da loja de departamentos Selfridges e quem criou esse bordão foi o Harry Selfridge, proprietário do comércio, em 1909. Os tempos mudaram, mas a dúvida continua: o cliente tem sempre razão?

Sabemos que as necessidades de compras do século passado mudaram bastante, as pessoas mais ainda e a oferta e concorrência atual é acirrada. Na busca de um atendimento de excelência muitas empresas e clientes repetem o slogan “cliente tem sempre razão” inclusive em treinamentos.

Mas e na prática, o cliente tem sempre razão ou não?

Para desmistificar a frase o cliente tem sempre razão, temos que entender qual a real necessidade ou queixa do cliente para poder atendê-lo e mediar à situação com eficiência, clareza e ética. Algumas vezes seu cliente nem sempre terá razão, mas saber como lidar com clientes insatisfeitos é essencial para a sobrevivência do seu negócio.

Ao vender ou fechar um negócio, deixe claro as especificações do seu produto ou do seu serviço e o prazo de entrega, não aperte os prazos para vender, com qualquer imprevisto você atrasará a entrega e a chance de ter um cliente insatisfeito é grande. É melhor você estender o prazo um pouquinho e entregar a mercadoria antecipada, certo?

E se alguma coisa sair do combinado?

Para evitar insatisfações é ideal que você também se antecipe, caso veja que alguma situação na negociação vai mudar, como por exemplo, o prazo. Ligue para o seu cliente antecipadamente e explique com calma as circunstâncias e o novo prazo, o cliente pode não ter sempre razão, mas ser tratado com cordialidade é indispensável.

Mesmo que aconteça imprevistos, se o seu cliente sentir que você está fazendo tudo que é possível para resolver, a chance dele não ficar satisfeito com seu atendimento é menor, mostrar interesse em resolver os impasses mostra ao cliente o quanto a sua empresa é comprometida.

Então, deixe de lado o bordão cliente tem sempre razão e preze por entender quais os processos que a sua empresa deixou a desejar e os pontos que podem ser alinhados para a melhoria, boas vendas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *