Lucro ou prejuízo por rotas em seu negócio

|
publicado: 29/01/2015
road-arrows-free-microsoft-image

Lucro ou prejuízo por rotas em seu negócio

Quando temos lucro, geralmente nos descuidamos de detalhes importantes em nossas empresas ou, simplesmente, ignoramos possíveis focos de prejuízo, por possuir bons resultados de um modo geral. Para quem utiliza serviços de frete com grande frequência, um estudo de lucratividade por rota ou trajeto pode fazer milagres e tornar sua empresa ainda mais eficiente e lucrativa.

Em geral, rotas mais “exóticas” ou de menor tráfego são aquelas nas quais pequenos prejuízos aparecem com maior frequência. Ocupados com rotas movimentadas que geram boas margens, tendemos a ignorar os números negativos de uma entrega ou outra, negligenciando algo que poderia ser resolvido com algumas medidas razoavelmente simples.

Buscando novos fornecedores

Quando constatamos prejuízos em rotas específicas dentro de nossa rotina de negócios, a primeira ação é buscar por novos prestadores de serviços. Empresas regionais ou menores, que possam cobrar um pouco menos por rotas menores e menos frequentes em suas entregas podem tornar aquelas operações causadoras de prejuízos lucrativas, ou pelo menos reduzir suas perdas.

Principalmente no caso de rotas e entregas pontuais, sistemas e plataformas online de busca e cotação de fretes têm sido uma ferramenta valiosa para o empresário: a CARGOBR, que também presta esse serviço online, já identificou clientes sob essa tendência. Nunca minimize as pequenas vantagens conseguidas com a reversão de um prejuízo, mesmo que em uma única operação.

Não economize no número de fornecedores – economize em seus custos. Faça testes, tente reformular rotas, peça cotações com frequência maior e acione fornecedores até mesmo no caso de rotas para as quais você já possui uma estrutura montada. A melhor empresa é aquela que pode antever seus possíveis focos de prejuízo e agir enquanto suas contas ainda não estão no vermelho.

Portfólio de produtos

Alguns produtos exigem cuidados especiais no transporte, que acaba saindo caro demais ou desvantajoso no caso de algumas empresas. Por mais que isso possa doer, às vezes é preciso reformular seu portfólio – o chavão do “menos é mais” se aplica bem aqui. Retire gradativamente de seu portfólio produtos que geram prejuízos mais pesados, ainda que apenas em algumas das rotas com as quais você trabalha. A tendência, com o passar do tempo, é de que tais produtos possam criar prejuízos mesmo em rotas mais lucrativas e é melhor não oferecer um item para o cliente se você, literalmente, está “pagando para vender”.

Frete gratuito

Cuidado com o frete gratuito em sua loja ou estabelecimento. Oferecer o transporte sem custo exige um acompanhamento quase que frenético de seus custos de frete e transporte de mercadorias. A tendência do frete grátis pode até ajudar um pouco em suas vendas, mas se você está despachando produtos com prejuízo, é melhor que nem os estivesse vendendo…

banner

 

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>