R$ 1 trilhão em investimentos para uma logística melhor

|
publicado: 28/08/2014
investimentosemlogística

Investimento em logística no Brasil

R$ 1 trilhão é o volume de investimentos que o Brasil precisa para ter condições de competir de igual para igual com o restante do mundo, ao menos em termos de transportes. Levantamento efetuado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) estimou que o Brasil precise de pelo menos R$ 987 bilhões investidos em cerca de 2 mil projetos prioritários da área de transportes. Caso contrário, o país deverá ter sérios problemas em um futuro muito próximo. A CNT fez uma relação de todos esses projetos, levantando também custos e orçamento para cada um deles, chegando à monstruosa estimativa.

A entidade reconhece que a retomada dos investimentos em transportes pelo poder público e iniciativa privada, nos últimos anos, é considerável mas insuficiente para cobrir uma histórica carência de infraestrutura de transportes, de passageiros e cargas.

Valores faraônicos

Dentre as área que necessitam de maiores investimentos, segundo o estudo da CNT, a ferroviária é a que necessita de maiores investimentos. A entidade estima que pelo menos R$ 449 bilhões precisarão ser aplicados no segmento ao longo dos próximo cinco ou dez anos, incluindo linhas férreas privadas e governamentais, trens urbanos e sistemas de metrô e também trens de alta velocidade, os famosos “trem-bala”. Projetos dessa natureza vêm sendo discutidos e avaliados no Brasil desde a primeira metade da década de 1990, mas nenhum investimento foi jamais levado a cabo.

A infraestrutura rodoviária vem logo em seguida – segundo a entidade, mais de R$ 360 bilhões precisariam ser investidos em um prazo de 10 a 15 anos para adequação da malha às reais necessidades de transporte no país. Esses investimentos, além da construção de novas rodovias, algo difícil de se ver nos dias de hoje, ainda incluem obras de melhoria, expansão, pavimentação e duplicação das vias existentes. Apenas em pavimentação, por exemplo, a CNT estima que R$ 51 bilhões seriam necessários. De fato, bem mais de 50% da malha rodoviária do país hoje compreende rodovias de terra ou não pavimentadas.

O Programa de Investimentos em Logística

A resposta do atual governo para as deficiências na área de transportes veio através do anúncio do PIL. Embora os valores dos investimentos sejam consideráveis, representam ainda menos de 15% do volume proposto pela pesquisa da CNT. O PIL prevê o investimento de R$ 133 bilhões em até 25 anos – R$ 91 bilhões em ferrovias e R$ 42 bilhões em rodovias. Há ainda uma série de investimentos privados anunciados para os dois segmentos, além de projetos e obras de melhoria e expansão em curso para portos e aeroportos. Ainda assim, as cifras totais giram em torno dos R$ 200 milhões – de novo, apenas pouco mais de 20% dos investimentos necessários segundo a CNT.

 

2 comentários

  1. Rogério

    02/10/2014 as 15:35

    O Governo abandonou a infraestrutura no passado e agora precisa investir muito para conter os gargalos existentes na Logística.

  2. rosilange de paula

    06/03/2016 as 22:47

    quero agregar o meu caminhão

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>