Dicas para um controle de estoque eficiente

A falta de controle de uma empresa em relação à gestão de seu estoque é um erro que pode custar caro, mancha a reputação da organização e faz com que ela perca espaço e competitividade em mercados cada vez mais acirrados

Pesquisa feita pelo Ilos — Instituto de Logística e Supply Chain mostra que os custos logísticos no Brasil correspondem a 12,7% do PIB. Da perspectiva das empresas, os gastos também são altos 8,7% da receita líquida , considerando itens como transporte, estoque e armazenagem. Ou seja, a gestão do estoque representa um alto custo para as empresas que pode ser ainda maior caso esse processo não seja conduzido de forma bem estruturada.

Na prática, estamos falando de todo o custo envolvido em prazos de entrega que não são cumpridos, mercadorias não entregues e até mesmo a perda de clientes importantes para a sustentabilidade da empresa. Manter os produtos da empresa em um centro de distribuição, por exemplo, envolve um alto custo e quanto mais tempo seu produto estiver parado mais gastos você está tendo para mantê-lo.

É como dizer que o seu dinheiro, que poderia estar te trazendo lucro, está parado no seu armazém.

Situações como a falta de mercadoria em estoque geram vários incômodos para a sua empresa e impactam na satisfação do seu cliente. Nesse post, nós reunimos algumas informações importantes para você evitar problemas com gestão de estoque. Acompanhe!

Controle e gestão são os pilares na gestão do estoque

A gestão e o controle de estoque são processos que compreendem desde a escolha do tipo de estoque que sua empresa utilizará até a forma de organizá-lo no inventário, que deve ser atualizado periodicamente.

Um bom planejamento e gestão de estoque permitem que a empresa tenha inteligência para adaptar seu estoque à necessidades de operação, como ter uma reserva de produtos para atender consumidores durante determinado período, manter sua produção funcionando sem interrupções ou garantir melhores preços. Todos estes pontos devem ser observados.

Corporações de sucesso prezam pela organização do estoque, tanto fisicamente, quanto por meio do controle de informações relacionadas à operação, como em um sistema para gestão do estoque, por exemplo.

Modelos para gestão do estoque

Para ter mais acuracidade no seu estoque, você pode seguir alguns modelos de gestão. Confira as estratégias mais comuns:

Estoque próprio

Nesse caso a empresa tem total controle das operações pois o estoque é próprio e a gestão é centralizada. Apesar de oferecer maior flexibilidade pois o controle está nas suas mãos, os custos para manter os produtos em estoque podem ser altos já que envolvem segurança e capacitação do time.

Estoque consignado

A empresa gerencia os produtos, mas, caso eles não sejam vendidos, são devolvidos ao fornecedor. Evita os custos de manter produtos parados em estoque por muito tempo, por outro lado, é bom ter em mente que essa estratégia funciona melhor com produtos de baixo giro.

Estoque terceirizado

Opção que vem sendo bem procurada pelas empresas, no estoque terceirizado a gestão é feita por uma empresa que fica responsável por todos os custos relacionados à manutenção do estoque, bem como pelo fornecimento dos produtos.

5 formas de melhorar seu controle de estoque

Separamos algumas dicas práticas para ajudar você no controle eficiente dessa área tão importante para sua estratégia. Veja!

Registro e controle de dados

Foi-se o tempo em que o controle de estoque era feito de forma manual através de planilhas e anotações. Já existem no mercado diversas soluções, para diferentes portes de empresa, para automatizar a gestão do estoque.

É importante que a empresa tenha controle e cadastro de cada item, bem como sua quantidade, data de aquisição, data de venda e preço.

A cada atualização é imprescindível atualizar o status de produto para que a gestão não saia do controle. Uma importante dica é a utilização de um sistema de código de barras para organização do seu estoque.

Conheça a sua demanda

Ter um controle e conhecimento da demanda possibilita que a empresa entenda sazonalidades de produtos que têm maior ou menor rotatividade.

Com informações a respeito das demandas, é possível entender as melhores datas de compra de produtos, dando ao empresário previsão de gastos e negociando melhores preços com fornecedores.

Isso evita que a empresa fique com produtos encalhados no estoque ou tenha menos produtos do que o realmente necessário.

Com esse olhar estratégico a respeito de demandas, é possível entender as oportunidades de vendas de novos produtos, ou deixar de vender produtos com menor demanda, por exemplo.

Tenha processos de rotina

Para evitar que sua operação tenha falhas, é importante definir rotinas claras no seu processo de gestão de estoque.

Um exemplo: toda vez que um produto é vendido é imprescindível que a planilha ou  sistema seja atualizado imediatamente. Com este controle e atualização de status, o sistema trava a venda deste produto até sua reposição no estoque.

Use a tecnologia como aliada!

Existem no mercado diferentes ferramentas e tecnologias que podem ajudar seu trabalho como gestor, desde softwares mais robustos até soluções mais simples e acessíveis que auxiliam na organização do estoque.

Vale, antes da adoção de qualquer melhoria relacionada à gestão, entender quais são as necessidades do seu negócio e se realmente aquela estratégia atenderá às necessidades da sua empresa.

Outro ponto importante é ter em mente que não adianta investir em tecnologia se os recursos não forem bem usados. É necessário que a empresa toda esteja na mesma página e entenda a importância de uma boa organização de estoque.

Softwares de gestão do estoque

Automatizar a gestão do seu estoque é uma medida crucial para melhorar o controle e eficiência operacional. Um software para gestão do estoque pode automatizar diversas operações, reduzir erros e ainda oferecer informações para que você possa tomar decisões baseadas em indicadores sobre o estoque da sua empresa.

Os principais benefícios são a automatização, redução de erros, previsão e controle de vendas, inventários mais precisos e redução de custos.

CARGOBR

Plataformas que encurtem processos e ajudem a aumentar o giro do seu estoque, aumentando os lucros da sua empresa, também devem ser consideradas. A CARGOBR, por exemplo, agiliza o contato entre você e a transportadora, dando mais liberdade de escolha do melhor fornecedor para o seu negócio e liberando tempo útil para você administrar outras demandas, inclusive para promover um controle mais rígido do seu estoque.

Quer saber mais sobre gestão do estoque? Acesse outro conteúdo super completo que fizemos sobre o assunto: Controle de estoque, tudo o que você precisa saber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *