Cubagem sem mistério

Cubagem sem mistério

Todo segmento possui um vocabulário ou jargão próprio – não seria diferente no setor logístico. Transportadoras, empresas de carga, operadores logísticos e até clientes desses grupos utilizam linguagem própria na hora de transportar. Um termo bastante comum utilizado (mas que ainda gera dúvidas) é a cubagem. O termo se refere a um cálculo matemático relativamente simples, que visa à otimização do uso da capacidade de carga de carretas e caminhões, tanto em termos de peso total quanto em termos de volume de mercadorias transportado.

A cubagem nada mais é do que a relação entre volume e peso, que verifica a distribuição do peso da carga em função do volume existente para acomodação da caçamba ou baú de um caminhão, por exemplo. O objetivo é simplesmente evitar que se carregue peso demais em um volume muito pequeno (deixando de aproveitar espaço no caminhão) ou que se ocupe um volume enorme para uma mercadoria relativamente leve (desperdiçando capacidade de carga do veículo em tonelagem).

Custo versus espaço

A cubagem é uma variável importante no que se refere a custos de transporte no segmento logístico. Por questões de espaço ocupado, cargas de peso completamente diferente podem ter, eventualmente, custos de frete praticamente idênticos. Isso porque, se considerarmos a grande maioria dos bens transportados, capacidade em termos de peso geralmente não consiste em um problema maior, no segmento rodoviário – o mesmo não se diz do espaço.

Que tal um exemplo simples: um caminhão com capacidade máxima de carga da ordem de 20 toneladas poderia, facilmente, carregar 20 toneladas de chumbo – o volume ocupado por esse peso do material seria pequeno em relação à carroceria da carreta. O desafio ficaria apenas por conta da acomodação dessa carga. Entretanto, seria impossível acomodar na mesma carreta 20 toneladas de algodão – isso simplesmente porque o volume ocupado por esse tipo de carga seria incomensurável.

Agora pensemos em termos de otimização – tanto do espaço, quanto do peso. Caso uma transportadora vencesse um contrato para transportar as mesmas 20 toneladas de chumbo e 20 toneladas de algodão, por intermédio de cálculos de cubagem, o mais correto seria efetuar diversas viagens com carga mista – parte de chumbo e parte de algodão. Assim, seria possível ocupar o volume total das carrocerias em praticamente todas as viagens, sem que houvesse sobrepeso ou desperdício.

Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística recomenda que as tarifas-base por tonelagem sejam estipuladas levando em conta cargas com densidade que permita ao caminhão atingir seu limite de peso bruto sem que seja ultrapassada a capacidade de acomodação em termos volumétricos. Em outras palavras, impedindo que circulem caçambas abarrotadas e com material transbordando.

Fator de cubagem

Antes que possamos chegar à fórmula matemática para o cálculo da cubagem em cargas, é necessário entender um dos fatores dessa equação – o chamado fator de cubagem. Esse número é uma constante, sempre aplicadas nos cálculos de cubagem, e definido segundo o que seria o peso “ideal” para um volume equivalente a um metro cúbico transportado. A convenção estipula um fator de cubagem de 300 kg por metro cúbico – e esse número figura na equação, na hora de calcular.

Uma formulinha matemática

Sem muitas complicações, a fórmula para o cálculo da cubagem considera as três dimensões da carroceria – altura, largura e comprimento – e também o fator de cubagem mencionado acima. No caso de cargas fracionadas, também é considerado o número de unidades na equação:

ALTURA x LARGURA x COMPRIMENTO x (UNIDADES, SE NECESSÁRIO) x 300 (FATOR DE CUBAGEM)

Por exemplo, se precisarmos transportar 80 caixas de 10cm x 10cm x 10cm, cada uma com 1kg, poderíamos na verdade negociar uma tarifa bem mais vantajosa, levando em conta o peso individual do material. Apesar de contar com uma carga de 80kg, em termos “ideais” estaríamos ocupando apenas o equivalente a 24kg de carga no fator de cubagem, aplicando a fórmula:

0,1 x 0,1 x 0,1 x 80 x 300 = 24KG

Claro que nem sempre o cliente terá a vantagem – cargas leves em grandes volumes irão implicar em um efeito inverso após a aplicação da cubagem. Por isso, para empresas que necessitam de transporte frequente para materiais de maior volume, mas relativamente leves, o melhor é optar pela negociação de contratos de longo prazo e prestação de serviços, ao invés de negociar individualmente cada viagem.

banner

admin
thiago.paim@cargobr.com
80 Comentários
  • Guilherme de Quadros
    Posted at 15:00h, 11 outubro Responder

    Para colaborar.
    O valor de 300 kg/m³ que é utilizado como padrão, é oriundo da seguinte lógica:
    Os conjuntos de cavalo mecanico e carreta bau, geralmente, possuem a capacidade de carga de 27.000 kg e espaço para acomodar 90m³.
    Dividindo-se a capacidade em kg / capacidade em m³ = fator de cubagem, ou seja, 27000 Kg / 90 m³ = 300Kg/m³.

    • Luiz Carlos de Faria Junior
      Posted at 11:58h, 08 novembro Responder

      Apenas complementando o seu brilhante comentário … mas muito antes disso, principalmente aqui no Brasil, quando ainda não se trabalhavam com carretas, o cálculo foi baseado na capacidade dos veículos Truck para 12.000kg e com 40m³, utilizando a mesma lógica da carreta, encontramos o mesmo resultado : 12.000kg / 40m³ = 300kg/m³.

  • Renato Caldas
    Posted at 15:34h, 11 outubro Responder

    Gostei muito do artigo. Como sou gerente comercial da Perez Automação e disponibilizamos uma balança para cálculo automático do Peso Cubado lidamos todos os dias com esta formula. Você foi muito claro e bem didático parabéns. Sua contribuição é muito valiosa, considerando o momento de profissionalização do setor.

    Renato Caldas | Gerente Comercial Perez Automação | comercial@cubagem.com.br

  • Francisco Pérez
    Posted at 14:19h, 20 outubro Responder

    Un articulo muy interesante y util. Felicidades por su trabajo!

  • Ricardo Santos
    Posted at 19:08h, 28 outubro Responder

    Assunto interessante esse!
    Para os grandes embarcadores que tem carga fracionada de diferentes tamanho, peso e valor é possível negociar com seu transportador a redução deste fator para 250, 200 ou menos, NEGOCIE!

    Abraço,

    • Otavio Faria
      Posted at 16:07h, 11 novembro Responder

      Cuidado ao negociar a cubagem, você reduzindo de 300 para 250 é a mesma coisa que dar um desconto no peso para mercadorias volumosas.

      Por exemplo, se voce vende um frete a 1000,00 R$/kG com uma cubagem de 300.
      Agora se voce reduzir para uma cubagem de 250 este frete de 1000 reias é a mesma coisa que vender a 833,33 R$/kg para a cubagem de 300. Quase 20% de desconto.

      Abraço

  • Fabio Cabrero
    Posted at 12:38h, 19 novembro Responder

    Ótimo.. Parabéns….

  • Danilo de Menezes
    Posted at 13:26h, 14 março Responder

    Realmente foi bem elucidativo, obrigado e parabéns.

  • Marcelo Marcellino
    Posted at 16:48h, 30 maio Responder

    Muito bom, podemos comentar tambem que no aereo a Kg/m³ ‘e de 167 e algumas transportadoras dependendo da carga utilizam 200, puro comercial, a carga dificilmente fica no peso cubado e no peso real.

  • Cubagem aérea - um cálculo diferente - Blog CARGOBR
    Posted at 00:23h, 04 julho Responder

    […] falamos um pouco aqui a respeito do que é cubagem, mas quando migramos para o modal aéreo, ela acaba possuindo algumas características específicas […]

  • Mirian Santos
    Posted at 00:35h, 31 julho Responder

    Estou estudando logística no SENAI e este artigo foi muito esclarecedor ajudou-me a entender e compreender o que cubagem, como fazer o calculo de maneira correta e eficaz, parabéns pelo artigo.

  • Marcelo Silva
    Posted at 10:33h, 19 setembro Responder

    Bom dia,
    Muito objetivo seus comentários agregou muito, temos que considerar cargas fracionadas para dimensionar e como calcular bem o espaço !

  • Carlos Alberto Lustro
    Posted at 13:48h, 01 outubro Responder

    Matéria muito boa e os complementos dos colaboradores Guilherme de Quadros e Luiz Carlos de Faria Junior foram excelentes. Parabéns à todos.

  • Renato Caldas
    Posted at 14:35h, 29 outubro Responder

    Olá pessoal,
    muito oportuno o artigo só para vocês terem um idéia da importância do peso cubado para setor logístico e de transporte, eu tenho pequena tabela comparativa entre peso real e peso cubado de um de nossos clientes. Se quiserem eu envio para vocês.

    Renato Caldas
    Perez Automação

    • fernanda Rodrigues
      Posted at 11:32h, 23 fevereiro Responder

      Poderia me enviar por gentileza ? serei eternamente grata!!!!!

    • andreia
      Posted at 07:31h, 20 março Responder

      Bom dia!
      Trabalho com peças vindas de S.P., pela viação santa terezinha!
      Nunca deu cubagem e desta vez deu.
      O problema é que o frete vai sair mais caro do que a mercadoria(peças para fogão, tanquinhos, liquidificador, etc…)
      Entretanto, as peças são relativamente bem leves. Será que o modo como foram embaladas(talvez todas numa mesma caixa) pode ser o fator de cubagem?
      Poderia me ajudar por favor? Não consigo resolver este problema!
      Meu cunhado(23 anos) que tomava conta disso, sofreu um acidente de moto e faleceu!
      Ficarei muito grata se puder me ajudar!

      Andreia Melo.

    • Elisabete
      Posted at 15:50h, 12 maio Responder

      me envie esta tabela

    • Joao Carlos
      Posted at 23:06h, 14 julho Responder

      Renato, por gentileza se puder enviar agradeço, pois estou com uma cotação de transporte de materiais leves porem volumosos e nem sei por onde começar.

    • cleber
      Posted at 17:32h, 26 agosto Responder

      Boa tarde, Fiquei interessado referente a tabela na qual você possui seria possível você envia-la?

      • Erico Santos
        Posted at 21:34h, 11 dezembro Responder

        Também fiquei interessado por gentileza pode enviar. Obrigada

    • Gerod
      Posted at 17:34h, 03 dezembro Responder

      Boa tarde, li o artigo sobre cubagem e você disponibilizou uma tabela comparativa entre peso real e peso cubado. Você poderia me enviar. Grato

    • Denis
      Posted at 13:47h, 25 janeiro Responder

      Pode me enviara a tabela fazendo favor! antecipo meus agradecimentos!

    • Joás Tenório
      Posted at 21:29h, 28 fevereiro Responder

      Gostaria de receber essa tabela.

    • Diego
      Posted at 01:16h, 01 março Responder

      Boa noite!

      Renato, você poderia me enviar esta tabela? Entrei no ramo logístico a pouco tempo e sua tabela seria de grande ajuda!

      Atenciosamente.
      Diego da Cunha.

    • kécia
      Posted at 13:46h, 04 abril Responder

      Bom dia Renato! Poderia me enviar esta tabela?

      Obrigado!

    • Chimene
      Posted at 13:51h, 25 abril Responder

      Bom dia, gostei bastante, poderia me enviar essa tabela comparativa?

      Grata

    • Eduardo Ferreira
      Posted at 00:25h, 07 junho Responder

      Olá você poderia enviar para mim?muito obrigado.

    • Lidiane
      Posted at 20:12h, 28 novembro Responder

      Se você mandar pra min eu agradeceria muito

    • júlio César da Silva Pêgo
      Posted at 17:56h, 12 dezembro Responder

      Voce poderia me fornecer esta tabela comparativa entre peso real e peso cubado

    • EMIL PEZZUOL
      Posted at 13:05h, 26 dezembro Responder

      Amigo Bom Dia.

      será que vc poderia me enviar essa tabela?

      meu e mail é emilpezzuol0@gmail.com

      desde já agradeço.

    • Ademir de Freitas
      Posted at 21:56h, 26 março Responder

      Boa noite, por favor pode me enviar esta tabela?

      Obrigado

    • Eduardo Teixeira
      Posted at 11:58h, 12 abril Responder

      Bom dia Renato.

      Gostaria de receber esta tabela.

      Grato.

  • Rubens Lima
    Posted at 14:51h, 30 outubro Responder

    OK!!! Muito esclarecedor, porem, como calcular varios volumes com medidas diferentes. Considero a maior ou devo multiplicar uma por uma e fazer o fator: altura x largura x comprimento x peso x cubagem (300kg).

    • admin
      Posted at 15:29h, 30 outubro Responder

      Oi Rubens, você precisa considerar o volume de todas as mercadoria que irá transportar. Por exemplo, caso queira transportar dois volumes com cubagem de 3 m3 e 4 m3 a cubagem será de 7 m3. Considerando o fator de cubagem como 300kg por m3 o peso cubado dessa mercadoria seria de 2.100kg. Obrigado pelo contato.

  • Ricardo Pontes
    Posted at 13:58h, 06 janeiro Responder

    Não gostei não !

  • Claudio Pereira
    Posted at 06:16h, 09 janeiro Responder

    Bom dia!!! Parabéns pelo artigo, muito esclarecedor. Os comentários, sugestões e opiniões até o momento contribuíram muito para enriquecer o artigo. Abraços!

    • admin
      Posted at 09:24h, 12 janeiro Responder

      Claudio, obrigado pelo comentário! Abraço!

  • Ângela
    Posted at 10:48h, 22 janeiro Responder

    Bom dia!!!
    Obrigada pelos esclarecimentos, mas ainda tenho uma dúvida e se possível, gostaria da sua ajuda.
    Supondo que eu chegue ao valor de tonelada de um truck a R$550,00 e consequentemente o Kilo a R$0,55. Desta mesma forma eu poderia chegar à conclusão do valor do kilo cubado a R$0,34 por Kilo/cubado ou esta relação não existe?
    obs.: o baú de um truck com capacidade aproximada de 65m³ / 12t, portanto fiz uma regra de três, sendo: 12t = 19500 kg/cubados (65 x 300), portanto 1 tn = 1.625 kg/cubados
    Desculpe se fiz muita confusão!!! Agradeço antecipadamente

    • admin
      Posted at 16:51h, 23 janeiro Responder

      Oi Ângela, realmente a sua pergunta ficou um pouco confusa. Vou tentar responder da melhor maneira possível, mas fique a vontade para fazer novas perguntas.

      Caso1
      Nesse caso vou considerar o fator de cubagem como 300kgs, de acordo com a a convenção de mercado para o transporte rodoviário.
      Sendo o valor da tonelada de R$550,00, temos:
      – Custo por quilograma: R$0,55/kg (Conforme você apontou no seu texto).
      – Custo por m3: 300 (fator de cubagem) vezes R$0,55 = R$165,00/m3

      Caso2
      Nesse caso vou considerar o caminhão que você colocou na observação.
      Cálculo do fator de cubagem
      – Capacidade em volume: 65m3
      – Capacidade em Peso: 12.000kgs
      – Fator de cubagem: 12.000kgs dividido por 65m3 = 184,6kg/m3

      Sendo o valor da tonelada de R$550,00, temos:
      – Custo por quilograma: R$0,55/kg (Conforme você apontou no seu texto).
      – Custo por m3: 184,6 (fator de cubagem) vezes R$0,55 = R$101,00/m3

      Espero ter respondido sua pergunta.

      Abraço,

      Ricardo Iguchi

  • 3 dicas para gastar menos com fretes - Blog CARGOBR
    Posted at 10:51h, 30 março Responder

    […] é um fator muito mais relevante nos cálculos do valor que você irá pagar – é a chamada cubagem. Se você acha que algumas de suas embalagens ocupam mais espaço do que é necessário, talvez […]

  • lugon transportes rodoviários
    Posted at 14:12h, 13 abril Responder

    trabalho com kombi furgão e gostaria de saber se também existe calculo para cargas
    neste caso, realizo pequenos fretes e elaborei uma fórmula para dar preços nos meus
    trabalhos mas percebo que o valor varia muito e às vezes ou fica muito caro ou mais
    barato do quê realmente seria. o cálculo seria km=R$ 1,80 x km total do trajeto + 40%
    (que eu uso para dar algum desconto e melhorar o preço para o cliente) e o m³ no caso
    são 3m³ a capacidade da kombi de modo geral fica m³=R$80,00 + 40% que geralmente acaba
    sendo um valor mínimo para saída e aí é que a coisa enrola porque também às vezes
    preciso somar tudo junto para chegar ao preço final e fica a questão caro demais? barato demais?
    será que é isso mesmo? emfim tento fazer o melhor mas é óbvio que não está muito certo! e então o quê fazer?!

  • ODAIR BRITO
    Posted at 15:44h, 15 abril Responder

    Muito bom as explicativas. Sou estudante em Logística, ainda não cheguei neste conceito de cálculo de cubagem. Não vejo a hora de ter acesso a esses métodos. É cada dia que passa, aumenta a satisfação de estudar Logistica. Embora, o nosso cenário Brasileiro não é tanto valorizado profissionalmente, inclusive o local de onde eu coabito.

  • Cláudio Barbosa
    Posted at 12:20h, 05 maio Responder

    Boa tarde,

    Como faço para cubar PNEU?

  • vinicius canpos
    Posted at 00:34h, 15 junho Responder

    Olá. Minha duvida é sobre até qual peso da cubagem. Ou todos peso dão cubagem . Se alguem poder me ajudar eu agradeço. Boa noite

    • admin
      Posted at 12:30h, 16 junho Responder

      Oi Vinícius, a cubagem é a relação entre o peso e o volume da carga a ser transportada, portanto pode ser calculada a qualquer momento, independente do peso da mercadoria. No momento em que é aferido o valor do frete, a transportadora utiliza o maior valor entre o peso cubado e o peso real da mercadoria. O peso cubado é decorrência da cubagem da carga (multiplicação das dimensões) vezes o fator de cubagem. Em termos práticos, a transportadora considera que em 1m3 ela pode transportar 300kg, ou seja, sempre que sua carga ocupar um metro cúbico será cobrado no mínimo o transporte de uma mercadoria de 300kgs.Exemplo prático1: transporte de uma mercadoria com dimensões de 1m3 e que pesa 10kg, ela irá comparar o peso cubado, que nesse caso será de 300kg e o peso real que é de 10kg. Nesse caso o peso a ser considerado será o de 300kg.Exemplo prático2: transporte de uma mercadoria com dimensões de 1m3 e que pesa 330kgs, ela irá comparar o peso cubado, que nesse caso será de 300kg e o peso real que é de 330kg. Nesse caso o peso a ser considerado será o de 330kg.

  • wilson louvandini
    Posted at 22:59h, 16 junho Responder

    gostei da materia, e desejo saber qual a melhor formula para cubar pneus?

    • admin
      Posted at 13:52h, 23 junho Responder

      Olá, Wilson. A cubagem de pneus é feita da mesma maneira. Você deve considerar o diâmetro do pneu, multiplicá-lo por ele mesmo e depois multiplicar pela altura. O resultado deve ser multiplicado por 300 que é o fator de cubagem considerado pelas transportadoras brasileiras.

      Abraço,

      • Eduardo
        Posted at 18:58h, 23 novembro Responder

        Boa tarde, desculpe mais o diâmetro externo do pneu é calculado em mm e 300 esta em metro cubico, devemos converter. exemplo:
        Um pneu 265/60R18 terá diâmetro externo nominal de 775,2mm logo devemos dividir por 1000 = 0,7752.
        Outro ponto que devemos observar é que a largura do pneu ira ser a altura na formula pois o mesmo será transportado deitado neste caso 265mm com arredondamentos de ombros 0,27, assim teremos 0,7752×0,7752×0,27×300= 48,67
        Em casos de vendas e-commerce com distribuição pelos correios o calculo é bem diferente eles utilizam o de transporte aéreo CxLxA/6000 (Em cm) este mesmo pneu acima teria 27,04.

  • Hermes Simao
    Posted at 15:02h, 29 junho Responder

    Gostaria de receber a tabela para calculo de cubagem para frete aéreo.

    Grato pela atenção.

  • jaolog
    Posted at 10:04h, 03 julho Responder

    cubagem aerea e 166

  • 7 coisas que podem deixar seu frete mais caro - Blog CARGOBR
    Posted at 15:14h, 28 julho Responder

    […] elas ocupam espaço demais, o que afeta de modo decisivo os custos na hora de calcular a cubagem. Verifique possibilidades de reduzir o volume – a depender da mercadoria, é possível […]

  • Deivide Rodrigues
    Posted at 01:56h, 06 agosto Responder

    Amigos me ajudem..

    bau= alt. 2,70 larg. 2,70 comp. 9,00 mts

    carga total= 19000,00 Kg

    bobinas= 13000,00 Kg

    outros= 6000,00 Kg

    primeiro carrego as bobinas de fora a fora depois o restante do material venho carregando por cima, a questao é: que conta eu faço para saber a altura do material que eu carrego primeiro(bobinas)?

  • Por que a "surpresa" na hora de pagar o frete? - Blog CARGOBR
    Posted at 23:34h, 22 agosto Responder

    […] Seja em serviços de cotação de fretes online, como é o caso da CARGOBR, ou pessoalmente junto a transportadoras, você cliente sempre tem de informar a natureza do que pretende transportar e, principalmente, as dimensões e o peso da carga. Esses dados serão essenciais para calcular o quanto você irá “ocupar” em caminhões que trabalham com cargas fracionadas, ou seja, o peso cubado de sua mercadoria, calculado com a fórmula padrão de cubagem. […]

  • Adilson da Silva Segura
    Posted at 02:36h, 02 setembro Responder

    Podem me ajudar a calcular a carga em uma fiorino. Carrego diversos tipos de mercadorias, vezes volumosas, vezes por peso e muitas vezes, mista (muito peso e pouco volume ou muito volume e pouco peso) ao mesmo tempo num mesmo frete.

    Consigo ter uma tabela fixa para este tipo de carro ?

  • alan
    Posted at 23:01h, 12 outubro Responder

    gostaria de saber para eu caregar 18 mil kilos a craneu de milho q tamanho tem q ser a carroseria do meu caminha

    ass alam obrigado

  • Bruno
    Posted at 00:38h, 12 novembro Responder

    Gostaria de saber quantos metros cúbicos cabem no meu baú, ele mede 4,5 comprimento, 2,40 altura, 2,20 largura

  • Luiz Fernando
    Posted at 14:52h, 26 novembro Responder

    Boa tarde Pessoal!

    Estou pesquisando para entender melhor sobre cubagem.
    Percebi que pelas medidas (altura, largura e comprimento) é possível encontrar o volume máximo de ocupação de determinado espaço.
    Minha dúvida é a seguinte; tendo as medidas de um baú e as medidas do produto a ser transportado, como descubro qual o percentual ocupado?
    quero fazer uma tabela em excel para facilitar o calculo.

    Aguardo comentários, obrigado!

  • Luiz
    Posted at 20:01h, 27 novembro Responder

    Po me auxiliou muito, sou responsável pelo setor de compras, estou ligado diretamente as transportadoras e é sempre estar por dentro dos calculos de frete para não ser enrolado…muito obrigado pela fórmula. Grande abraço.

  • João Morais Sobrinho
    Posted at 21:43h, 06 dezembro Responder

    Cálculo de cubagens aérea e/ou rodoviária é super fácil a sua aplicação, inclusive até sem calculadora(s)podemos apresentar resultado análogos ao praticado sem prejuízo ao transportador e o cliente. Há uma fórmula fácil de aplicar para encontrar a cubagem do aéreo, usando a fórmula do rodoviário.
    Quem não gosta ou não sabe usar operações de divisões, use o cálculo do rodoviário e multiplique o resultado por 55,55%. Dá no mesmo !
    Veja o exemplo:
    Rodoviário –> 0.50 X 0.50 X 0.50 = 0.125 x 300 = 37,50 kgs (1 vol)
    Aéreo —> 050 x 050 x 050 = 125000/6000 = 20,83 kgs (1 vol)
    ou seja: 37,50 kgs x 55,55% = 20,83 kgs.

  • michel santos
    Posted at 14:25h, 09 dezembro Responder

    Bom dia!

    Tenho uma transportadora, mas nunca trabalhei com cubagem
    estou prestes a feixar com um cliente que trabalha
    por cubagem. Qual valor devo cobrar por m³ e como devo calcular.

  • Elton Comin
    Posted at 11:11h, 03 março Responder

    Srs, tenho um caminhão baú com metragem interna de: comprimento 9,8 mt
    altura 2,6 mt e largura 2,48 mt total de 63 m³. Gostaria de saber como calcular a metragem cubica de uma carga de caixaria?

  • simone lima
    Posted at 18:55h, 08 março Responder

    Para caso de caminhão com 1 eixo e/ou com rodagem dupla, existe algum fator de cubagem como parâmetro? obrigada

  • Sandra
    Posted at 21:57h, 23 maio Responder

    Preciso fazer o endereçamento dos armazéns onde trabalho,tenho as medidas do meu produto,mas a conta não bate com a quantidade estocada.ex: altura 8 largura 73 o espaço medi 2 metros.

  • MARCIA MARQUES DE OLIVEIRA
    Posted at 21:28h, 09 junho Responder

    Boa noite a todos!

    Excelentes explicações.
    Por favor, poderia me enviar a planilha?

    Obrigada

    Marcia

  • Solaine
    Posted at 14:19h, 08 setembro Responder

    Alguma sugestão de software que faça o cálculo de cubagem automaticamente com base em alguns parâmetros pré-cadastrados?

  • Sérgio
    Posted at 04:28h, 15 setembro Responder

    Bom dia
    Eu queria saber qual a media de preço por metro da cubagen

  • Gabriela Ribeiro
    Posted at 03:15h, 24 setembro Responder

    Gostaria de receber a tabela.

  • Daniel
    Posted at 11:43h, 28 setembro Responder

    Caro amigo, para cadastro de cubagem de volumes pequenos, utilizo as medidas habituais de C X L X A. A minha dúvida é se quantas casas decimais após a vírgula devo utilizar? Exemplo 22,5 cm = 0,225 ou via regra geral tenho que arredondar os valores?

  • Osorio Ricardo
    Posted at 13:43h, 17 outubro Responder

    Excelente artigo!

    Renato, bom dia! Gostaria de receber a tabela sobre cubagem também, segue o meu email: osorioricardo@bol.com.br, Obrigado.

    Att,
    Osorio

  • Cristiane
    Posted at 12:30h, 31 outubro Responder

    Eu gostaria que me ajudassem me mostrando uma proposta de transporte com peso cubado.

  • EMIL PEZZUOL
    Posted at 11:20h, 26 dezembro Responder

    Bom Dia.

    Artigo ótimo meus parabéns, gostaria de fazer uma pergunta,no artigo está a fórmula para entendermos a cubagem, mas por exemplo, em valores digo para cobrar o frete quanto sairia essa carga?

    Obrigado

  • Jota Reis
    Posted at 21:46h, 03 janeiro Responder

    Renato, poderia enviar a tabela para o meu e-mail?
    Sou Docente em Logística no Senai e gostaria de conhece-la.
    Muito grato pela atenção

  • Vitor Martins
    Posted at 15:13h, 16 fevereiro Responder

    Qual é a margem de erro a ser considerada na hora de se fazer uma cubagem para container dry? Eu sempre uso 10% mas não sei se estou certo.

  • washington nascimento santos
    Posted at 13:52h, 28 fevereiro Responder

    olá a todos gerenciadores em transportes e logísticas!
    trabalhei alguns anos em expedição de cargas.
    ramo de atividade têxtil, trabalhava na função de carregamentos e cubagens de cagas.
    agora irei trabalhar em roteirização e cubagens de cargas diversas.
    caixarias e fracionadas.
    gostaria de saber se há diferença em relação ao tipo de produto que eu trabalhava, em questão à cuba?…

  • washington nascimento santos
    Posted at 13:56h, 28 fevereiro Responder

    olá!…
    ratificando meu erro cubagens, e não cuba.

  • joao carlos
    Posted at 15:47h, 02 março Responder

    Por favor estou fazendo faculdade de logística, eu achei muito bom esse artigo tem como me mandarem a planilha também joaocarlosanhanguera@gmail.com

  • MARCUS VINÍCIUS SILVA DOS ANJOS
    Posted at 00:35h, 19 abril Responder

    Renato, boa noite!
    Por favor,envie a tabela para o meu e-mail, pois comecei a estudar logística e vai me ajudar bastante.
    Segue e-mail: marcus.anjos@m2rtransportes.com.br.

    Muito Obrigado!

    Marcus dos Anjos

  • ALEXANDRE
    Posted at 18:43h, 29 abril Responder

    Renato boa tarde
    tem como enviar uma tabela pra mim tambem, para transportadora

    valeu

  • FATIMA PRINCE
    Posted at 02:21h, 05 maio Responder

    Boa noite
    Por gentileza gostaria que você me orientasse.
    Trabalho num galpao de produtos hospitalares.
    Preciso fazer a cubagem de cada produto.
    penso que deveria ser: compxaltxlarg que é a medida de uma caixa.
    Se nessa caixa contem 100 unidades, eu dividiria por 100 para saber a cubagem unitária. Esse resultado eu multiplicaria pela quantidade do produto que eu tenho estocado.
    É correto o raciocínio?
    Grata ´pela ajuda.

  • ARINO
    Posted at 01:40h, 11 maio Responder

    Excelente artigo!
    Renato, boa noite! Gostaria de receber a tabela sobre cubagem também, segue o meu email:

Postar Comentário