Como reduzir perdas e desperdícios com transporte

|
publicado: 25/11/2014
noticias_1412106450

Como reduzir perdas e desperdícios com transporte

Não adianta bater o pé – as perdas e desperdícios no setor brasileiro de cargas ainda são grandes, mas a culpa não é apenas de nossas estradas ou mesmo das transportadoras. Como cliente, há muito o que você pode fazer ou exigir para reduzir os níveis de perdas e até mesmo eliminá-los em alguns tipos de carga. Saia de uma posição passiva e comece a criar bases fortes para aumentar sua produtividade e, porque não, ajudar seus parceiros logísticos a prestar um melhor serviço para sua empresa.

Com algumas dicas e procedimentos de relativo baixo custo, sua empresa pode reduzir sensivelmente esses índices, melhorando a qualidade e produtividade de suas atividades de transporte e, claro, atendendo melhor a seus próprios clientes.

Rastreamento

Monitorar e rastrear cargas não é mais um diferencial de mercado – é uma obrigação de todo e qualquer embarcador ou transportadora. Em um mundo conectado 24 horas por dia, é preciso que você possa, a qualquer momento, saber onde e como está sua carga. Para isso, um parceiro logístico que disponha de rotinas e tecnologias de rastreamento é algo primordial, mas você mesmo pode não apenas exigir, mas criar processos que permitam a você destacar “metas” e “milestones” durante o trânsito de sua carga.

É importante que, mesmo que você não monitore cargas em tempo real, possa saber com precisão os momentos-chave que envolvem o processo – embarque e desembarque do material, chegada em entrepostos e armazéns, comparações do cronograma de viagem com seu cumprimento. Em outras palavras, você precisa lidar com eventos – toda vez que um produto chega em determinado lugar ou cumpre parte de um percurso, você precisa ser avisado e anotar essa meta. Isso facilita não apenas a sua programação, mas permite que você possa localizar e averiguar a existência ou ocorrência de perdas de modo mais objetivo, separando locais ou regiões onde os desperdícios são maiores, e mesmo separando e corrigindo partes do processo que geram maiores perdas.

Embalagens melhores

Embalar corretamente os produtos, de acordo com as normas, mas também de forma inovadora e inteligente pode produzir enormes economias na redução de perdas. Embalagens inadequadas ou “baratinhas” podem vazar, quebrar ou estourar – o que sai delas, na verdade, não é apenas o produto que envasam, mas sim o seu dinheiro. Tente utilizar apenas embalagens que atendam às mínimas normas para cada produto e, no caso de boas ideias para tornar essas embalagens um pouco melhores e mais eficientes, conduza testes e efetue modificações à medida do necessário.

Equipe treinada

Parece bobo, mas grande parte dos desperdícios de mercadorias no Brasil poderia ser evitada caso todos os responsáveis envolvidos estivesse cientes do modo com o qual devem manusear e transportes esses itens. Não economize em treinamentos e instruções para seus colaboradores e mesmo funcionários de transportadoras e prestadores de serviço. Além de treinamentos, sempre envie sua carga com instruções claras e de fácil acesso, em destaque, que possam dar base a motoristas, carregadores e manipuladores de carga sobre como lidar com seus produtos.

Padrões

“Melhores práticas” não é um papo bonito de quem fez MBA – elas servem para criar padrões que evitem perdas e situações que gerem desperdício no transporte de seus produtos. Crie manuais, estabeleça padrões de qualidade e trabalho e, se possível, premie e elogie funcionários e equipes que atendam a esses padrões com maior frequência e competência.

Softwares

Usar de tecnologia é outra boa saída para reduzir perdas. Muitos dos softwares mais modernos trarão para sua empresa algo que é prioritário para quem lida com transportes, ou depende desse segmento para conduzir seus negócios: o controle. Sistemas online e modernos que acompanhem todas as etapas do processo, avaliem produtividade e eficiência e até mesmo sugiram possibilidades de melhoria são um gasto que se pagará rapidamente. No caso de seus parceiros, sempre se mostre interessado em saber e avaliar quais os softwares e plataformas usados e como eles podem “dialogar” com os sistemas que sua própria empresa utiliza.

banner

Comentar

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>