Como montar uma loja virtual e aumentar o seu negócio

Como montar uma loja virtual e aumentar o seu negócio

O e-commerce, também conhecido como lojas virtuais, já é uma realidade altamente desenvolvida e, de certa forma, democrática, uma vez que que oferece plataforma de vendas tanto para grandes lojas, como pequenos comerciantes.

Se olharmos apenas para as grandes cadeias varejistas, podemos ter a impressão que montar uma loja virtual necessita um grande esforço e alto custo, porém isto está longe da realidade.

A grande diferença está na na variedade e volume oferecidos pelas grandes lojas, porém, elas falham em oferecer produtos artesanais, personalizados, assim como em atender seu consumidor de forma mais pessoal, mesmo através do ambiente digital!

Outro ponto a se atentar é o fato de que, mesmo com a crise financeira e o cenário político caótico dos últimos anos, o e-commerce sofreu pouco com esta situação, principalmente por ser uma alternativa de baixo custo para os comerciantes, o que se reflete em preços mais atrativos para o consumidor.

Cenário futuro

Para se ter uma ideia, segundo a Ebit, consultoria em comércio online, informa que, apenas no primeiro semestre de 2017, houve crescimento de 7,5% no volume de vendas online, o que oferece um panorama favorável para os próximos anos.

Este aumento acontece por alguns motivos, dentre eles, os principais são a popularização e familiarização do público com essa nova forma de adquirir produtos e serviços, além do aumento da segurança nas transações online.

Outro fator muito importante para este crescimento é a adaptação de lojas virtuais para dispositivos móveis, facilitando a experiência do cliente e evitando a perda do interesse em algum produto pelo fato de ter que acessar sua loja de um computador desktop.

Mas, como abrir meu e-commerce?

Primeiramente é preciso entender que, independente do tamanho do seu negócio, seja ele já existente como loja física, ou ainda apenas um plano para um comércio online, isso não é um impeditivo, de forma alguma!

Segundo o Sebrae, até 2016, os pequenos negócios representavam 90% do e-commerce no país, confirmando que é uma das opções mais democráticas para se iniciar ou expandir um pequeno negócio!

Ou seja, iniciar um empreendimento virtual é um processo simples!

Assim, vou apresentar os principais passos para que você entre de cabeça neste mundo:

1 – Tenha clareza sobre o que vai oferecer

Independente do seu negócio ser físico ou virtual, é importante ter foco no que você oferece.

Uma variedade muito grande de produtos com pouca relação entre eles, ou até mesmo ofertados para diferentes nichos de mercado pode ser o seu grande erro.

Primeiro pela dificuldade de estabelecer um público alvo, segundo por dificultar a estrutura da sua loja, principalmente online, e, principalmente, pois você corre o risco de concorrer com grandes lojas já estabelecidas e que podem oferecer melhores valores pelo volume do estoque.

Tenha clareza do seu nicho e trabalhe nele até criar a autoridade da sua marca e, apenas depois pense em expandir seu negócio.

 

2 – Conheça os seus clientes

Depois de definir o nicho de mercado que vai atuar, é preciso entender, a fundo, quem é seu público!

Este passo é fundamental para saber como você vai se comunicar com seus potenciais clientes, como vai oferecer suas soluções, criar a necessidade pelo seu produto ou serviço e utilizar os gatilhos mais eficientes para atraí-los.

Uma técnica muito eficiente para isso é, após definir seu público, condensa-lo em uma persona, ou seja, um personagem fictício que engloba as principais características do seu público alvo. Isso facilita na hora de criar conteúdo atrativo para este público.

3 – Como abrir a minha loja virtual?

Bom, finalmente vamos tocar no assunto mais esperado! Como, efetivamente abrir seu e-commerce!

O primeiro passo é escolher um plataforma que atenda às suas necessidades e que caiba no seu orçamento, uma vez que, na sua maioria, são pagas, ou caso sejam gratuitas, necessitam a contratação de um programador para torná-la operacional.

Assim, é sempre bom ter em mente que algum investimento será necessário.

Outro ponto importante é pensar na integração que estas plataformas terão com mecanismos de busca e redes sociais, uma vez que, se você não for encontrado, ou não puder divulgar sua loja e produtos, ela nunca irá se desenvolver.

Por último, e talvez o ponto mais importante, é garantir que sua loja seja responsiva, ou seja, que possa ser acessada por dispositivos móveis, como celulares e tablets. Estes dispositivos, no fim de 2017, representavam 52% das transações comerciais. Portanto, negligenciar esta ferramenta é o caminho certo para o fracasso da sua loja virtual.

4 – Fique atento à segurança

Você provavelmente já deixou de comprar algo na internet, ou ficou extremamente inseguro com relação aos seus dados ao efetuar uma compra virtual, não é mesmo.

Por isso, é fundamental que seu e-commerce tenha todas as medidas de segurança para proteger tanto o seu negócio quando o seu cliente.

Neste ponto, existem dois principais mecanismos para garantir a segurança do seu negócio:

• Secure Socket Layer (SSL): Esta ferramenta protege todos os dados de formulários dos seus clientes, impedindo que agentes externos acessem as informações, tanto da sua loja, quanto do cliente.

Esta ferramenta se torna ainda mais importante caso você aceite pagamentos digitais através de operadoras de cartão, que exigirão que você tenha o SSL ativado.

• IP Scanner: este dispositivo funciona de forma similar a um antivírus, que vai buscar e te informar sobre vulnerabilidades na sua loja virtual, para que uma equipe de TI, interna ou contratada, possa eliminá-las.

5 – Gere conhecimento da sua marca

Ok, agora você já tem sua plataforma, já abasteceu ela com seus produtos, instalou mecanismos de segurança, colocou a página no ar, mas e aí?

Agora é a hora de investir no marketing!

Mas, isso custa muito dinheiro?

Não necessariamente. Você pode começar fazendo anúncios orgânicos em redes sociais, tanto criando a página do seu negócio, quanto participando de grupos e fóruns que tratem de comércio online ou de produtos similares aos seus, ou grupos como o Dots, que liga pessoas com diferentes necessidades, inclusive de compra e venda de produtos.

Posteriormente ou, caso tenha possibilidade de investir para o lançamento, vale a pena pensar no FacebookAds, Google Adwords, e-mails marketing e, numa estratégia de longo prazo, criar um blog que eduque seu público sobre como seus produtos podem solucionar as dores dos seus potenciais clientes.

É essencial ser estratégico neste momento!

6 – Nunca se esqueça da logística

Agora que está tudo pronto, antes de começar a vender, é essencial você pensar em todo o processo logístico da sua operação!

Caso este aspecto seja negligenciado, todas as ações anteriores não valerão de nada.

Se você não tiver um estoque, ou capacidade de produção para entregar o que é vendido, se não conseguir oferecer o transporte e entregar de forma ágil e que não impacte nos seus preços, tornando seu negócio pouco competitivo, ou derrubando sua margem de lucro, você pode, no mínimo, ter muita dificuldade em crescer e, provavelmente vai ter um enorme retrabalho para corrigir esta falha.

Por isso, como em todos os itens anteriores, é importante ter um bom parceiro que ofereça as melhores condições dentro de suas especialidades para garantir que seu e-commerce seja sustentável e possa crescer.

Estes são os pontos fundamentais para a criação de um e-commerce, seja para você que já tem uma loja física e deseja expandir seu negócio, ou você que deseja iniciar seu próprio empreendimento.

Espero que esse caminho das pedras para o início da sua loja virtual e, se você quiser mais dicas sobre Pequenas e Micro Empresas, principalmente sobre logística e ferramentas de gestão, acesso nosso blog, onde temos artigos cheios de insights para você!

Agora que você já conhece o básico sobre como montar seu e-commerce e desenvolvê-lo, que tal conhecer algumas dicas sobre como embalar seus produtos para entrega?

O guia definitivo para embalar os seus produtos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *