Carga consolidada

Carga consolidada – o que é, afinal?

Concentrar diversas cargas e lotes em unidades que sigam um padrão facilita não apenas o transporte de mercadorias, mas também o seu controle e a sua movimentação e nesse processo entra o sistema de carga consolidada.

Esse sistema pode ser definido como tudo aquilo que é unido ou colocado em um mesmo conjunto, formando algo mais elaborado e complexo, um novo item, geralmente maior e também padronizado.

Na logística, as cargas consolidadas se caracterizam pela combinação de volumes e produtos remetidos por diferentes clientes, que possuam as mesmas condições de entrega e rota a ser percorrida.

Se você tem dúvidas sobre a carga consolidada, continue lendo esse post e saiba mais a respeito.

A carga consolidada diminui os custos para o cliente

A partir da carga consolidada, os custos de transporte são diminuídos, uma vez que a empresa consolidadora reúne todas as remessas com o mesmo destino e negocia com a transportadora de forma conjunta.

Desta maneira, a transportadora não trata pacote a pacote, ou remessa a remessa, mas, sim, uma única carga, a chamada carga consolidada.

Esse procedimento faz com que os preços dos fretes diminuam porque quanto maior o peso consolidado, menor o valor a ser pago por unidade.

Isso porque quanto maior o peso, menor o valor do quilo transportado, uma vez que existem tabelas que reduzem esses valores. Isso vale para até mesmo fretes aéreos.

Para você entender melhor: uma encomenda de 5 kgs possui um valor de transporte por quilo maior do que outra de 50 kgs. Do mesmo jeito que acontecem as vendas por atacado, quanto mais você compra, normalmente, mais barato por unidade.

Daí a diminuição dos custos para o cliente final, uma vez que sua carga será reunida com outras, diminuindo o valor do quilo no transporte.

Diminuição do custo para as transportadoras

Os custos também diminuem com relação à mão de obra para logística, carregamento, descarregamento e toda parte burocrática do processo, uma vez que a empresa consolidadora organiza todo o procedimento da reunião das cargas.

Ou seja, a diminuição no preço não acontece apenas para o cliente final, mas também para as transportadoras, uma vez que é economizado espaço, diminuído o número de viagens necessárias e, por consequência, as horas pagas para funcionários e colaboradores.

Além disso, não podemos deixar de citar que haverá diminuição nos custos de pedágios, economia de combustíveis e, claro, menor manutenção dos veículos.

Quais as empresas que atuam com a carga consolidada?

As empresas que trabalham com carga consolidada recebem o nome de “consolidadoras” e caso a empresa também faça o trabalho de armazenar e entregar a mercadoria no seu respectivo local é chamada de “desconsolidadoras”.

Existem transportadoras especializadas em cargas consolidadas que disponibilizam esse serviço, a CARGOBR reúne várias delas em um único lugar, para ficar ainda mais fácil de enviar a sua mercadoria. Entre em nosso site e faça seu orçamento gratuito!

3 thoughts to “Carga consolidada – o que é, afinal?”

  1. Boa tarde, gostaria de importar produtos para uso próprio, decidi montar minha casa e o preço dos produtos chineses me atrai. Importo produtos a alguns anos através de correios, DHL, Fedex, até mesmo agentes de envio chineses, sempre para meu próprio uso e pagando os impostos. Desta vez gostaria de trazer um volume de mercadorias de medidas e dimensões que não se encaixam no envio comum. Estava pensando em dividir um container(LCL), ouvi falar na opção de carga consolidada, mas não tenho nenhum conhecimento sobre o processo de importação via container para pessoa física. Como procedo? Imagino que os valor final compense a contratação de um despachante aduaneiro. Além disso, sou empresário e também tenho pensado em fazer importações de maquinário para uso em minha empresa. Preciso de uma direção.

    1. Para fazer importação ou exportaçao você precisa se habilitar no siscomex perante a Receita Federal. É só procurar a unidade aduaneira da sua jurisdição e protocolar o requerimento na Receita Federal. Você pode fazer pessoalmente ou por procurador, despachante aduaneiro.
      Pesquise no site da Receita Federal por manual de habilitação no siscomex.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *