caminhão que anda sozinho

Caminhão que anda sozinho: o projeto Otto, da Uber.

A tecnologia avança em um ritmo enlouquecedor e começa a alcançar os veículos, já imaginou um carro andando sozinho? O Google já tem seus protótipos que andam na cidade da Califórnia. E um caminhão que anda sozinho? Seria possível?

A Uber, aquela empresa que tem o famoso aplicativo de transporte, comprou a Otto, uma empresa que desenvolveu uma tecnologia para um caminhão que anda sozinho, esse caminhão fez a sua primeira viagem longa na semana passada, com a finalidade de entregar cinquenta mil cervejas!

E deu certo?

O percurso tinha cerca de 200 kms, entre Fort Collins e Colorado Springs, e o motorista só precisou tomar controle em trechos urbanos. Na estrada o trabalho foi todo do caminhão que anda sozinho, o caminhão é capaz de dar seta, parar em cruzamentos, além de manter distância segura entre carros da frente, só muda de faixa quando é estritamente necessário. Chegamos a conclusão que o caminhão que anda sozinho dirige melhor que muita gente por aí, não acha?

É seguro?

Hoje a tecnologia da Uber no projeto Otto conta com seis caminhões de teste que estão continuamente andando em um perímetro seguro para aprimorar o software. Para o sucesso do caminhão que anda sozinho, além do aprimoramento do software, foram feitos vários testes em trajetos menores, simulando diversas situações, inclusive com garrafas de cerveja cheias de água, para reproduzir o peso a ser transportado.  A Uber estudou durante dias os padrões de tráfego e rota para decidir qual o melhor horário de saída do caminhão.

E os caminhoneiros, como ficam?

A Uber estima que faltam cerca de cinquenta mil motoristas de caminhões qualificados para a demanda atual, além do déficit, o mercado de transportes cresce, aumentando rapidamente o número de motoristas faltantes, o que gera uma demanda maior de procura do que de serviço ofertado.

O caminhão que anda sozinho não é um projeto que visa acabar com a profissão de caminhoneiro, no projeto Otto, é necessário que exista supervisão de um profissional. Pode ser que no futuro os caminhões trabalhem sozinhos, mas há um grande trajeto a ser percorrido até lá. Por enquanto ficamos com a expectativa que o avanço da tecnologia nos abra portas para outras descobertas.

admin
thiago.paim@cargobr.com
Sem Comentários

Postar Comentário