7 coisas que podem deixar seu frete mais caro

Como clientes do segmento de transporte, muitas vezes não nos damos conta de algumas coisas que obviamente tornarão nossos custos com fretes mais caros e que poderiam ser, na verdade, evitadas. De pequenos detalhes a procedimentos que consideramos normais e sem qualquer impacto no custo logístico, a CARGOBR relacionou 7 coisas que podem tornar maior seu gasto com fretes, e que talvez você possa rever daqui para frente. Na dúvida, faça perguntas anteriormente à transportadora e investigue mais a fundo maneiras de contornar problemas.

  1. Cargas leves – pode parecer contraditório, mas cargas leves que ocupem grandes volumes podem gerar enormes custos com o frete. A razão é muito simples: embora tenha peso irrisório, elas ocupam espaço demais, o que afeta de modo decisivo os custos na hora de calcular a cubagem. Verifique possibilidades de reduzir o volume – a depender da mercadoria, é possível compactar ou reduzir espaços entre um item e outro.
  2. Seguros – toda carga, ao menos em tese, deve ser segurada. O cálculo do valor do seguro depende de uma série de fatores e às vezes, embora você esteja embarcando uma carga relativamente barata, o seguro acaba saindo bastante caro, em razão da natureza da carga. Não há muito o que fazer, mas você sempre pode questionar esses valores ou pedir novas cotações, por seguradoras diferentes.
  3. Manuseio – algumas embalagens e produtos possuem um manuseio extremamente trabalhoso e complicado. Na hora de pensar suas embalagens, tente levar em conta o grau de facilidade ou dificuldade que a transportadora terá na hora de embarcar, desembarcar e manusear a carga, caso contrário seu frete poderá ser afetado.
  4. Rotas ruins – algumas rotas são simplesmente ruins, tanto sob o ponto de vista de conservação das rodoviais quanto das distâncias percorridas. Em alguns casos, cidades teoricamente próximas são separadas por grandes distâncias em termos viários. Novamente, não há muito o que fazer, mas tente saber de antemão quais as rotas a serem percorridas pela transportadora que você irá contratar e, se possível, sugira alternativas.
  5. Cargas visadas – algumas cargas são extremamente visadas por assaltantes e ladrões de carga. Seu transporte, em si, não é difícil e nem mesmo seria custoso, tendo em vista seu peso e volume. Contudo, a ação de assaltantes leva as empresas não apenas a incorrer em seguros mais caros, mas também a cobrar extras por conta dos perigos aos quais suas equipes são expostas.
  6. Fragilidade – cargas frágeis obviamente possuem um custo de transporte maior. Transportadoras que lidam com esse tipo de frete muitas vezes precisam reembolsar o cliente no caso de danos ou quebra, mas não deixam a coisa barata – cobram mais caro até para compensar possíveis perdas na operação.
  7. Falta de pesquisa – pois é, pesquisar pouco tem seu preço. Se você deseja pagar mais barato, precisa cotar em diversas transportadoras – e para isso você pode contar com a CARGOBR. Nosso sistema de cotação de frete online é o único que conta com estimativas de custo do frete em tempo-real. Assim você fica sabendo mais ou menos quanto irá gastar na hora, sem ter de esperar o retorno de uma ou outra transportadora.

banner

admin
thiago.paim@cargobr.com
Sem Comentários

Postar Comentário